Translate

sexta-feira, 19 de junho de 2015

Humanitarismo

Chega um momento que seu espírito humanitário deve trabalhar em função de uma pessoa que talvez não seja tão importante para a humanidade, mas que ainda assim vale a pena: você mesmo.

As circunstâncias vão criando situações que não podemos controlar. Podemos é torcer para nada mais de errado acontecer e trabalharmos para que as coisas se coloquem em seus devidos lugares e os dias felizes retornem, cheios de risos, cheios de abraços e cheios de real felicidade.

A ansiedade do futuro só atrapalha o presente acontecer. A ansiedade do passado, o remorso, o "remoer o osso" só nos mata com a expectativa de algo que não irá se concluir, ou seja, mudar o que já foi. Entretanto, o hoje está ai e é preciso cuidar de quem está precisando de ajuda. Mas, um soldado ferido não poderá ajudar seu amigo caído.

Este é o momento de reconhecer que se precisa de ajuda e buscar ela em quem tem. Duas pessoas feridas só irão se ferir mais. É muito lindo enquanto choram juntas. Mas, é horrível os resultados de quando as lágrimas abrem espaço para revolta sem causa.

Existe um humanitário em cada um de nós. Mas, neste momento, a humanidade será melhor ajudada se nós buscarmos ajudar a nós mesmos e nos tornarmos melhores para estendermos a mão para alguém amanhã.

Bom dia.

Elisa Macedo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leu a postagem? Então não deixe de comentar. Abraços e que Jesus os abençoe, Elisa Macedo.