Translate

terça-feira, 18 de março de 2014

Elisa de Macedo da Silva
Estranho quando tudo fica tão diferente. Tinha até me esquecido que amanhã era meu aniversário.
Lembro dos anos que eu contava os dias, acordava meia noite cantando parabéns para mim dentro de casa, perdia tempo olhando no meu celular esperando para ver as mensagens das pessoas  queridas.
Hoje, hoje é só uma data que continua especial, mas que eu não sei como, nem quando e nem onde, algo mudou.
Fiquei extremamente feliz em ver as felicitações na minha rede social, meus amigos me mandando fotos e belas mensagens, mas é incrível como não ser criança muda tudo.
22 anos! Estou velha. Estou nova!
Sou jovem.
Quem diria que eu seria assim aos 22? Até eu tinha minhas dúvidas.
Achava que era sonhadora de mais, porém, cá estou.
22 anos de pura loucura e alegrias. Momentos de tristeza e choros... 22 anos que passaram rápidos que mais pareceram 22 dias. Hoje sinto que 22 anos não é o suficiente, ainda que seja mais 22, ou 3 vezes mais 22. Talvez, 4 vezes outros 22... Sei lá, milhões de 22 não seriam suficientes.
Sou grata a Deus por viver.
Já tive meus momentos Elias de desejar não ter nascido. Já tive meus dias Jeremias de desejar desaparecer e não viver tanta dor. Mas, hoje, eu tenho meu dia Elisa: quero aproveitar o máximo, sorrir a cada instante e tornar mais verdadeiro possível, tudo aquilo que já é verdade. Hoje, vivo um momento que faz tudo valer a pena.
Obrigado, meu Deus. Pois 22 anos eu tenho e de cada dia desses anos, eu sei que foi o Senhor que em todo o tempo cuidou de mim. Parabéns para TI, parabéns para meus pais. Parabéns para todos que criaram, colocaram e levaram um pedacinho de mim. Sou alguém que levou 22 anos para chegar nesse nível, espero passar e evoluir para muitos outros.

Elisa Macedo, com 22 anos.