Translate

terça-feira, 7 de janeiro de 2014

Extremo da Vida

Londres - UK
Ai você acorda e se dá conta de estar no outro extremo da linha traçada para sua vida. Vê que lá na frente, um ponto pequeno e marcante, bem do outro lado está o ponto de chegada onde você deveria estar. Vê que de extremos em extremos, você foi parar em um lugar extremamente diferente do planejado. E a vida foi... E a vida vai...
E pessoas extremas chegam, fazendo com você venha sorrir, fazendo com que você venha chorar. Não aparece ninguém com um pingo de sensatez na veia, que queira apenas caminhar calado, falar algo que não seja triste e nem engraçado, alguém que queira apenas se perder na arte de fazer nada.
A vida vai rolando, com uma pequena bola de neve no topo da montanha congelada e o que antes era extremamente pequeno e indiferente, hoje é extremamente grande para ser ignorado. A pergunta que começa aparecer é aquela do como eu não consegui parar essa avalanche na metade do caminho?
Por que, por que é tão difícil encontrar o equilíbrio sozinho?
E de extremo em extremo você estava acostumado a andar, sem nunca no meio ponto de algum caminho chegar. Agora o tempo vai, o tempo voa, todos encontram um espaço para se estabelecer e de um lado da linha é possível enxergar o seu sonho e, do outro lado, você.

Elisa Macedo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leu a postagem? Então não deixe de comentar. Abraços e que Jesus os abençoe, Elisa Macedo.