Translate

sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

122º Dia - Onde Tudo Começou


No Meio do Nada
Sentada no chão brilhante do aeroporto de Lisboa, estou eu digitando essa postagem, vivendo as emoções do momento, carregando uns episódios de uma boa série e conversando com minha mãe e lembrando de como foi a primeira vez que cheguei aqui, em Portugal. Um desmaio, um tombo, tantas informações básicas que eu não sabia e que teriam me ajudado tanto a economizar dinheiro, tempo e energia física e emocional... Bom, agora eu estou indo para uma nova aventura, para um lugar também novo, porém espero dessa vez não passar tanto aperto.
Vamos lá, eu e Deus, curtindo mais uma emoção longe de casa. Melhor estilo "vida louca", aprendendo a me virar sozinha e a depender de Deus.
Aprendendo também uns macetes:

1- Como estou sozinha, resolvi ficar num lugar super visível, cheio de pessoas (ainda que o aeroporto esteja praticamente fechado), de baixo das câmeras e fazendo barulho. Tudo isso porque eu quero que as pessoas me vejam. Sim, e não é exibicionismo, mas questão de segurança.
2- O chão vira colchão. Sério, tem que ser humilde e até que ele não é tão frio assim, não. Estou de frente para o aquecedor.
3- Fique de olhos abertos! Essa, não precisa nem de mais explicações.
Em Algum Lugar de Portugal...

Minha primeira viagem sem turma, ou parceria humana durante o percurso. O mais engraçado é que eu sempre pensei que me sentiria sozinha ao viajar sem ninguém, assim.. Olha, sendo bem sincera, até que não. A viagem para Lisboa foi linda. Parece que passei por uma parte diferente do caminho, tive uma parada no meio do nada.
Segundo o motorista, estávamos no meio do deserto. Acho que ele quis dizer que eu estava em um lugar deserto! hahahahahh Enfim, como ele mesmo disse quando eu perguntei onde estávamos, "no meio do nada". Mas, até o nada é bonito, gente! hahahah

Bom, vamos que vamos e que Jesus Cristo me abençoe e, os abençoe também.

Elisa Macedo, saindo de Portugal. ;)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leu a postagem? Então não deixe de comentar. Abraços e que Jesus os abençoe, Elisa Macedo.