Translate

sexta-feira, 15 de novembro de 2013

81º Dia - Fazendo O Que Deve Ser Feito

Para ler este post com mais emoção, escute essa música durante a leitura. 
------

Foto: Acervo de Imagens do Google
Acorde inspirada hoje. Mesmo com a garganta queimando, por causa do frio, levantei, fui à cozinha, fiz uma espécie de Toddy com canela, torradinhas com geleia de morango e comecei a conversar com a Letícia sobre as coisas do Brasil. Conversa vai, conversa vem, eu comecei com minha conversa de teoria da conspiração sobre a Copa de 1998, onde o Brasil ENTREGOU o campeonato para França! Gente, eu me lembro dessa cena como se fosse hoje.
Eu tinha apenas seis anos e me lembro direitinho do dia da final, quando eu coloquei minha blusinha do Brasil, short azul, meião e minha chuteira para assistir a final. Sei que na hora que eu entendi o que estava rolando, não tive a mesma paciência do meu pai, saí da sala e fui para o muro da varanda ver o jogo de lá. Quase chorando, pois sabia o que a seleção estava fazendo. Oh meu Deus!!! Dá vontade de chorar ainda hoje. E, para mim, esse trato Brasil e França não acabou lá não... Enfim, não vou dilacerar minha teoria aqui, acompanhemos os próximos embates, pois o da última Copa de 2010 só fez confirmar o que eu acredito.
Foto: Acervo de Imagens do Google
Bom, chorei meu Vasco, revoltei-me com alguns jogadores do Brasil, bolei sobre o Cristiano Ronaldo e essa adoração imbecil que o povo de Portugal tem por ele. Lembrei do jogo Brasil X Portugal que assisti num buteco aqui e o quanto isso foi engraçado. Os velhinhos portugueses vibrando com um "uuuulhhhh", igual a gente faz quando o time adversário não faz um gol, para o gol de Portugal, enquanto eu estava lá "Raça time! Quero Sangue! Vão bora!!! Goooooooooooooooooooooooooooool, aháaaaaaaaaaaaa Gooooooooooooooooollllllll!" na hora que o Brasil marcou. Gritando com o fominha (não preciso citar o nome) o temo todo, torcendo pela nossa zaga muito doida e manjando de todos os paranaués envolvidos.
Foto: Memorial Fúnebre de Vasco da Gama em Lisboa
Lembrei da última vez que assisti jogo num barzinho no Brasil, quando eu estava no meio de um monte de homem falando "olha lá, tem uma linha de três para cada jogador brasileiro. Até mesmo os da Zaga estão sendo marcados por um triângulo e, o último de cada triângulo é o primeiro do triângulo do outro jogador." Vi os caras largando o copo, olhando para minha cara, falando mudamente "maluca"! Mas, o melhor foi no show do intervalo, quando o ARrrrnalllllllllllllllllldo César Coelho e seu companheiro falaram exatamente o que eu tinha dito e usando computação gráfica. kkkkk Nessa hora eu gritei mais do que quando o Brasil fez gol. Meu pai nunca mais me leva para assistir jogo com ele! :P
Queria tanto assistir um jogo do Benfica! *.* Já pensou, eu aqui em Portugal vendo jogo do Benfica? Iria ser de mais! Tipo, "mãe, Benfica não me deixa!".
Bom, tirando as revoltas futibolísticas e as recordações do nosso amado Lúcio, camisa 4, metido a atacante, copas, jogos, vasco, Euro Copa, jogadores que dão testemunho e outros que dá vontade de dar uns tapas no pé da orelha, falamos de novela mexicana, Sandy Júnior, Titanic, clima no Brasil, viagens, águas!
Ahhhhh Águas brasileiras! Águas quentes, doces, salgadas, com gás, sem gás, frias, deliciosas, maravilhosas e sem impurezas!
Eu e o Dumbo (Meu Irmão)! ahahaha
A conversa foi indo para um ponto muito louco, tipo minhas brigas com meu irmão, os "fights" frenéticos lá em casa entre eu e ele, as cópias de raio-X, minha mãe fazendo drama e coisas do tipo.
Poxa, o dia começou interessante. Tanto, que resolvi colocar o post agora de manhã. Vou arrumar minhas malas, porque vou despachar algumas para o Brasil hoje, pois quero comprar umas coisinhas nas terras da Rainha e preciso de espaço na minha mala.
Deixe-me ir, pois hoje preciso fazer o que deve ser feito: conhecer minha cidade, pois vou a tantos lugares, mas ainda não conheço a cultura, história e acervo da minha própria cidade. #Vergonha.
Bom pessoal, #Parti.

God Bless You,

Nota: Não gosto que falem mau do Gordinho (Ronaldinho, Fenômeno)  perto de mim!
Elisa Macedo, de Portugal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leu a postagem? Então não deixe de comentar. Abraços e que Jesus os abençoe, Elisa Macedo.