Translate

domingo, 3 de novembro de 2013

69º dia - Os De Fora

Igreja Presbiteriana Viva, em Faro.
Resolvi não me importar com quem não sente falta de mim, mas dar valor com aqueles que aguardam com carinho o dia da minha volta. Porque é muito engraçado tudo isso de se estar fora de casa, do país, fora do seu mundo. Antes de vir pra cá, eu sabia que tudo iria mudar, não somente algumas coisas, mas tudo.
São 5 meses! 5 Meses fora de casa, com amigos diferentes, eventos diferentes, lugares diferentes e a vida iria acontecer pra mim e, da mesma forma, iria acontecer para quem ficou no mundinho que eu deixei.
Só que o estranho de tudo não está no fato das coisas mudarem, mas do como elas mudam.
Bom, eu também mudei. E, fico muito feliz de saber que há pessoas esperando por mim. Pessoas que me conheceram em tão pouco tempo e que mandam mensagens diárias dizendo que estão com saudades, contando os dias e criando planos para quando eu voltar. Pessoas que eu conheci no Ensino Médio que pelo menos uma vez por semana passa horas comigo no Skype. Pessoas que eu tanto amo da minha faculdade e que estão sempre fazendo de tudo para me ver feliz.
Uma vez eu escrevi algo neste blog e gostaria de compartilhar novamente, pois acho que foi neste dia que eu tomei a atitude que deu origem a primeira frase deste post:


"Você terá portas fechadas na sua cara, amigos que te abandonarão e falsos amores para se aproveitar da sua bondade, no entanto, você não deve olhar apenas para o camarote com meia dúzia de sementinhas do mal, enquanto a platéia está lotada de gente que te ama gritando “continua, continua!”".


Para ver essa postagem na íntegra, clique aqui. Perdoem os erros de ortográficos, pois ainda não revisei as postagens de 2010.

Jesus Cristo os abençoe.

Nota: Valeu a pena procurar, ficar perdida, emburacar-me pelas vielas do Algarve até encontrar uma igreja. Valeu a pena! Sempre vale.  Agora, estou devendo uma visitinha na Assembléia para agradecer a irmã que me mostrou onde ficava a Presbiteriana.

Elisa Macedo, de Portugal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leu a postagem? Então não deixe de comentar. Abraços e que Jesus os abençoe, Elisa Macedo.