Translate

quarta-feira, 9 de outubro de 2013

43º dia - Melhorando


Amigos em Sevilha

Bandeira da Esp
Foto: Busra Gonul
Bom pessoal, ontem passei maior parte do meu dia na cama. Estava com muitas dores e cansada da viagem à Sevilha. Contei com a Lu vindo aqui em casa cuidar de mim, sem eu ter pedido. De repente, eu estava dormindo, mole como uma amoeba laranja e ouço baterem na minha porta. Quando abri, era a Lu com remédios para mim. Ficou aqui em casa por uma hora deitada do meu lado, conversando comigo e tentando me animar. Relacionamentos são realmente importantes em circunstâncias assim e, isso me faz ficar pensativa.
Maickel e Eu
Tomei os remédios, comi alguma coisa e, depois que ela foi embora, arrumei meu quarto e voltei pra cama. Tive um momento saudades com o Douglas, Luana e Dick, porque realmente estou sentindo falta dos meus amigos do Brasil. Tenho amado viver tudo isso com novas pessoas também e quero muito te-los para sempre. Porém, tenho observado algumas coisas por aqui no "Erasmus way of life".
É incrível como quando se vive fora você realmente consegue criar, em pouco tempo, relacionamentos realmente profundos, porém perecíveis. Não que eu esteja brigando com alguém, ou chateada com meus amigos aqui, de forma alguma! Mas, o tempo todo é como se você tivesse que pisar nos ovos, pois, qualquer palavra, ou qualquer silêncio, pode ser interpretado de alguma forma estranha.
Momentos bons que levarei comigo
Bom, deixando isso um pouco para lá, acordei hoje como minha mãe gosta: cantando, arrumando casa, fazendo comida. O Felipe veio aqui, fiz almoço pra gente e a Dani aproveitou pra entrar na dança. Na realidade, levei um bolo da família do Otávio, pois convidei a todos para almoçar, mas como ontem eu estava mal, eles pensaram que hoje não estaria bem para fazer comida, #Perderam. Por outro lado, oportunidades não faltarão.
Antes de experimentar carne de crocodilo...
Não quero que meus relacionamentos aqui tenham data de validade e durem apenas um curto período. Um dia um garoto da minha sala, aqui em Portugal, disse um negócio muito engraçado sobre prazo de validade, pois ele nunca entendeu como funciona isso e, para falar a verdade, nem eu. Ele estava falando sobre o fato de você comprar um iogurte e ele está bom até o dia 24 de outubro, por exemplo, ai no dia 25 à 00h ele vai olhar para sua cara e dizer "não me coma, não estou bom para você hoje!". Eu sempre fiquei me perguntando a mesma coisa, e não quero que esses relacionamentos venham acabar quando a vida de Erasmus terminar para mim neste primeiro momento. Sinto falta dos meus amigos do Brasil? Sim. Mas, sei que sentirei falta de todos estes que tenho feito aqui também. Afinal, todos temos uma grande responsabilidade: além de amigos, tornamos-nos familiares.
Infelizmente, com o tempo passando, algumas tensões começam a aparecer.
Eu e Busra
Só espero que a 3ª guerra mundial não aconteça por aqui. Tenho visto que tudo na vida são mais questões de maus entendidos do que de evidentes motivações para se estar chateado com alguém. #Oremos e #Cantemos, pois ano que vem #Retornaremos para o Brasil. E, se Deus quiser, levarei todos os que estão ao meu redor no meu coração como uma boa lembrança de um bom tempo em minha vida.

Good Night, Jesus Christ bless you,

Elisa Macedo, from Portugal.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leu a postagem? Então não deixe de comentar. Abraços e que Jesus os abençoe, Elisa Macedo.