Translate

quinta-feira, 5 de setembro de 2013

8º dia - Como eu vejo

A Europa realmente é um continente muito peculiar. Além da beleza das pessoas, a naturalidade e o respeito pela diversidade, vejo um povo receptivo e culto. Um povo que não aceita qualquer coisa e tem um senso refinado até para política.
Inacreditável! Acabo de voltar de uma espécie de "comício" realizado aqui na cidade. Incrível como as pessoas apreciavam cada momento que lhes estava sendo oferecidos. Os políticos não estavam no palco fazendo discuso imbecil para um povo débil. Estavam nas ruas, conversando com um povo cheio de ideias que valiam a pena ser ouvidas.
Vejo um continente onde os velhos são respeitados. Onde os jovens ficam de pé para que os velhinhos fiquem nas cadeiras e possam assistir ao show. E, os que não queriam se sentar, mostrassem a atividade de um povo de outra geração que ainda sabe dançar um rock and roll.
Motoristas que só andam de segunda marcha, porque preveem os possíveis pedestres antes mesmo destes aparecerem. E, quando aparecem, freiam, seguram o trânsito atrás deles e ninguém, eu digo, ninguém fica com aquela cara de "passa logo filho da mãe!".
Vejo também um povo cheio de problemas políticos, de diferenças culturais (como banho por exemplo), defeitos e discordâncias que temos em todas as culturas. Não estou aqui para dizer que a Europa é linda, o melhor continente do mundo. Apenas preciso relatar que essa experiência tem me surpreendido positivamente.
Obrigada Deus!

Jesus os abençoe,

Elisa Macedo de Portugal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leu a postagem? Então não deixe de comentar. Abraços e que Jesus os abençoe, Elisa Macedo.