Translate

sexta-feira, 30 de agosto de 2013

2º dia - Faro

Até os táxis na Europa são Mercedes.  No Brasil são os ônibus
Minhas primeiras impressões de Lisboa poderiam ter sido perfeitas, se não fossem duas coisinhas: meu cansaço e a pilantragem de taxistas no mundo todo! E, por causa dele ter me passado as pernas (e olha que eu me achava a detectora de pilantras, acho que terei que especializar essa arte internacionalmente), eu não quis pegar um táxi até a estação de trem, ou melhor, comboio.
Duas amigas da Lilith e da Julyan, minhas discipuladoras que fiquei na casa delas em Lisboa, levaram-me para a estação, ou iam me levar se eu não tivesse desmaiado no meio da Avenida. Sim, eu desmaiei em Lisboa. Ou melhor, eu desfaleci, porque desmaiar é não ficar consciente durante o black out.
Vista do Porto de cima do aeroporto
Foi lindo eu desmaiando! Coisa boa de se ver. Uma coisa é desmaiar no Brasil, outra é desmaiar na Europa. Bom, pelo menos foi assim que disse os meus novos amigos de casa. Então, fiquei no chão deitada, muita ajuda apareceu e eu não fiquei cercada de abiúdos. As duas amigas e mais uma moça simpática me ajudaram ligando para ambulância. Por sinal, elas estavam revoltadíssimas porque a ambulância levou mais de 9 minutos para me buscar.
Respondi milhões de informações a respeito da minha saúde, olharam meu cartão saúde e um um baita questionário sobre o português do Brasil e a revolta deles em ter que falar "fato", no lugar de "facto", por causa das novas regras ortográficas da lingua. Acredite, isso mudou ainda mais a vida deles do que a nossa.
Aeroporto da cidade do Porto em Portugal
Para completar o dia, fui pra estação de trem, o povo da ambulância me liberou para que eu fosse pegar meu comboio com a "condição" de me alimentar, outra vez. O que fiz crendo que carregar 17,7 kg nas costas tenha consumido toda a energia que tinha em mim.
A Mari e a mãe dela chamaram um táxi, obrigaram o taxista a ser honesto e eu cheguei até a estação. Lá foi de mais! Sempre quis andar de trem. Todos que leem este blog há mais tempo, ou que andou passeando pelas postagens antigas, sabem o quanto esse sonho me inspirava. Lá tinha um cidadão querendo me empurrar um relógio por £40, depois por £20, depois 2 por £20, no final, eu pensei "cansei de ser enganada!" (a lá Douglas). Falei com ele:
- Então, já que você precisa de ajuda, eu te pago £5 para você carregar minhas malas até minha plataforma.
Bom, o cara aceitou.
Em algum lugar do Algarve
Chegando lá, eu paguei apenas £2,50. Não foi por querer que fiz isso, na hora que vi que ia dar R$15,00 pra alguém subir a escada rolante com minha mala, e nem era a mais pesada, eu fui mais razoável comigo mesma. Pulando algumas emoções, estava assim "Senhor, por favor, envia alguém pra me ajudar com estas malas até o local certo.", porque eu ainda tinha que esperar para ver a estação e subir mais um andar. Foi quando brotou uma moça me pedindo moedas. Eu disse "I cannot understand you" e a cidadã disse algo como "I need money". Creia. Isso mesmo. Não é piada! Na Europa o povo pede esmola em vários idiomas. Quase arranhei um francês pra ver o que ela faria. kkkk Para resumir, não dei dinheiro, mas ofereci o lanchinho que guardei. Ela aceitou e queria mais moedas. Não as dei!
Foi quando uma moça, bem distinta positivamente, da minha idade, falou algo assim:
-  You gave her a food and she wants money. Sorry, I don't speak English very well...
Mapa de Algarve
E, ali eu soltei um:
- Do you speak Portuguese?
E ela:
- Yes.
E eu:
- Que bom, eu também.
E ali começamos a conversar. Foi super legal! Ela já é da aeronáutica, mesmo tão novinha. Ajudou-me com as malas e tivemos um papo super cabeça. Peguei meu trem e vim para o Faro!
Ahhhh o Faro!!!
Sim, é a Cabo-Frio portuguesa!
Que cidade linda!
Quando cheguei aqui, eu realmente me senti em casa. Comi como louca a comida do pessoal da UFJF, fui ao mercado, esqueci de avisar as meninas que eu estava bem, o que fiz há alguns minutos atrás, tomei banho... GELADO e agora estou postando isso. Bom, é muita coisa pra uma postagem só. Vou fazer outras sobre tópicos que eu acho importante ressaltar, como transporte, alimentação e compras!
Bom galera, essas foram as emoções de hoje, bem resumidinhas.

Nota: Sem fotos de Lisboa.

Abraços a todos e que Jesus os abençoe,

Elisa Macedo de Faro - Portugal

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leu a postagem? Então não deixe de comentar. Abraços e que Jesus os abençoe, Elisa Macedo.