Translate

segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

Pretenções

Pretendo não me importar
Não me importar quando as cenas da vida me fizerem ficar triste. Quando os meus erros forem expostos. Quando o que desejo não acontecer. Quando o que quero não me querer.
Pretendo não me importar porque se importar não irá mudar o fato de que tudo isso teve um motivo para acontecer. Pretendo aceitar. Aceitar e mudar minha atitude, portar-me diferente para que numa próxima oportunidade tudo venha ser diferente, inclusive os resultados.
Pretendo me dar mais oportunidades.
Não sou perfeita. Sou cheia de erros. Decepciono pessoas. E, infelizmente, ainda vou errar... Só espero não fazer isso propositalmente.
Pretendo não chorar, mas parei de programar.
Em menos de 30 dias planejei não mais fazê-lo e, parece que quanto mais eu fugia, mais as lágrimas me vinham os olho,s para me lembrar da inundação dentro de mim.
Pretendo não imaginar, não supor, não viajar... Pretendo ver os fatos jornalisticamente. Deixar de ser subjetiva. Descobri que é melhor deixar coisas para fora da história, do que colocar coisas que não estavam e nem poderiam estar nela.
Pretendo crescer.
Cresci. Fato. Tenho 1,70, não solto mais pipa, não brinco mais de cabaninha e nem fico escalando morro com a Dadá, em Igrejinha. Entretanto, preciso ser mais que uma manga verde e grande. Preciso amadurecer.
Preciso olhar pra frente e me ver chegando e, ao virar um pouco para trás, ver-me muito diferente. Olhar pra trás e me ver muito pior do que fui. Não por ser muito ruim hoje, mas porque quero ser bem melhor amanhã.
Pretendo amar. Amar sem medo e sem reservas. Amar sem escolher. Mudar de atitude muda resultados. Cansei de imaginar que o que era bom era o que eu queria. Talvez, o que seja bom pra mim esteve sempre ali e eu não vi. Talvez eu só precise de tempo... Tempo suficiente para pensar, refletir, agir e viver.
Pretendo deixar fluir. Deixar viver, deixar caminhar... Deixar.
Pretendo abandonar tudo que me impede de abandonar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leu a postagem? Então não deixe de comentar. Abraços e que Jesus os abençoe, Elisa Macedo.