Translate

segunda-feira, 30 de abril de 2012


Acho que está virando um costume vir neste blog revirar o passado, principalmente, quando se trata de abril. Digamos que este ainda é um mês bem nostálgico... Onde as recordações não ajudam e o presente ainda não foi capaz de apagar o passado.
Talvez eu seja só mais alguém tentando escrever sua própria história, mas parece que perdi as palavras certas. Não me sinto mais uma poeta, uma boa escritora. É como se agora eu tivesse apenas um serviço a fazer. Eu queria tanto poder escrever, viver e falar o que eu penso. Ser de fato livre pra me expressar... Sei que eu tenho dentro de mim tantas coisas boas.
Sabe, eu, há algum tempo, fechei este mundo no qual eu transformei minha vida em letras e palavras, algumas fotografias e mais nada. Mas, hoje, eu permiti um bom amigo dar uma passeada por aqui. Talvez eu só esteja querendo abrir não só este mundo, mas não encontrei coragem o suficiente para ceder. Acho que baixei a guarda por muito tempo, tenho medo dela está em alta para sempre.
Até meu mundinho perfeito de Holywood veio à tona com o fim do seriado OTH que, sinceramente, não me agradou.
Eu me sinto presa de alguma forma muito estranha. É como se o meu certo fosse o tempo inteiro o errado para o mundo. Nem as pessoas que eram pra me compreender o fazem. Estou vivendo uma coisa meio ruim e achando bom... Ouvindo musica, chuva, quarto e internet. Déjà vú? Tenso! Eu não tenho mais 15 anos, verdade, eu não tenho mais 15 anos!!! Não posso ficar me dando a este luxo de ter crise adolescente. Mas, eu só quero ficar aqui... Com esta musica, neste momento, falando coisa com coisa... Coisas que só eu entenda, que muitos possam achar que "agora ela pirou de vez", mas eu sei que esta é a ordem das coisas. A roda gigante está pra baixo, mas ela não fica parada, vai girar... A musica vai ser outra, o dia, outro... E, quem sabe, a história por completa seja algo diferente.
Bom, vou ver o que fez o primeiro episódio da 7temp de OTH ser tão entendiante. Indo ver o último da 6ª.
Bjus LMS, EMS.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leu a postagem? Então não deixe de comentar. Abraços e que Jesus os abençoe, Elisa Macedo.