Translate

quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Indignações

Tenso não poder compartilhar nada com ninguém. Neste momento, você se encontra preso em um paradoxo, no qual você não sabe se você está certo, ou o mundo inteiro é que está errado. Desta forma, eu me vejo como alguém que tem as convicções corretas, os motivos plausíveis, no entanto, o mundo inteiro age de forma diferente da que me posicionei. Sendo assim, só me resta acreditar que eu estou errada e todos os outros certos, faço isso apenas para tentar um gesto de humildade, porque eu não consigo acreditar que alguém que traia a minha confiança e invente mentiras sobre mim, esteja agindo corretamente.
Então, vejo-me naquele metrô, no mesmo ponto de partida, ou de estagnação e com perguntas totalmente diferentes em minha mente e motivações muito diversas das que um dia me levaram, ou me fizeram perceber que eu estava por lá.
Hoje decidi virar alguém que não compartilha, paradoxal pra quem está publicando isso em um blog, mas não quero contato humano. Não quero saber destes seres interesseiros e mesquinhos que maltratam os outros conscientemente e que são capazes de chegar em casa e não ter um pingo de remoço, ou arrependimento, por suas atitudes mesquinhas. Não param para pensar que a fofoca, a mentira, a inveja que elas tiveram podem estar fazendo essa pessoa pensar mil e uma coisas das quais ela não se agrada... Ou não se agradaria.
Não tem como me pedirem para eu não me indignar com essas coisas. Só tenho algo a dizer: Como eu percebi que eu estou errada neste mundo, aceitei isso, mas não concordei. Estou disposta a mudar minha forma com essas pessoas, mas jamais a abrir mão das minhas convicções.
Abraços e boa tarde a todos... Todos os mosquitos.
Lis Macedo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leu a postagem? Então não deixe de comentar. Abraços e que Jesus os abençoe, Elisa Macedo.