Translate

sábado, 28 de maio de 2011

Eu estou mal.

Então... Sei que não devo começar com "então". Mas, então... Eu estou com problemas.
Não tenho os pés no chão... Tenho raízes, foi como minha amiga me definiu.
Eu já vi uns dois, ou três, talvez esteja indo ver o quarto filme por hoje... Ou, talvez, só tenha visto um e imaginado os outros. Sei que quando vou me deitar fico mais meia hora na cama pensando, lembrando, imaginando, voando...
É ruim!!!
É sério, eu não gosto disso.
Fim de semana voltou a ser chato. Voltou a demorar a passar e algumas coisas estão perdendo o sentido... Ai.
Não sei, eu não consigo aceitar o efêmero, então nem deixo as coisas passageiras entrarem na minha vida.
Sabe... Qualquer paixão não me diverte.
Eu sei que estou de saco cheio de mim e de ficar pensando em alguém... Até tive que fazer um blog novo para postar meus "jornalísticos", este daqui está impregnado de mim, das palavras escritas erradas da minha juventude... Está na hora de amadurecer... Eu preciso amadurecer meus sentimentos também.

Eu estou com vontade de quebrar tudo a minha volta... Eu não gosto de me sentir assim, vulnerável, dependente... Menina!!! Tá, eu sei. Eu sou uma menina. Mas é difícil ser assim. Poxa, como tem garota que consegue ser assim todos os dias do ano desde que nasceram?
Ninjas!
Ah que "dorgas"...
Eu não consigo fazer mais nada.
Nem escrever... O blog está abandonado, está tudo doido... Tudo doido!
Eu estou voltando a ter rotina.
E sabe, eu estou com raiva mas estou de olho no relógio.
Não.
Preciso ser mais do que realista agora. Preciso aceitar minha condição.
Aceite, aceite, aceite!
AH, eu digo que aceito, mas gostaria de mudar.
Ai eu queria ter carteira, pegar esse carro na garagem e sair muito doida pelo centro da cidade tomando vento na cara e ouvindo musica alta.
Acho que isso ajuda.
Melhor do que ficar igual eu passei o dia todo, da cama, pro sofá, pro pc, pra cama... Pensando... pensando... Pensando.
Ai meu Deus, me ajuda!!!
De novo, outra vez?
Eu tinha superado isso.
Eu sei que eu tinha.
Olha eu estava ótima... É só ver minhas postagens ateriores, eu realmente estava muito bem.
Agora fico ouvindo musiquinha romântica, vendo comédia romântica - porque não tenho mais coragem de ver o romance puramente dito -, vou tomar banho cantando, caminho na rua sorrindo... 
JÁ SEI! Eu estou ficando é doida!
Pronto, vou ficar com essa hipótese.
É melhor, eu acho que é melhor!

Nota: O problema de ser "futurista" é a grande dificuldade de se enxergar apenas o presente, com isso você vê mais o que te impede de ficar junto, do que o que te fará permanecer. Ai sossega, sossega... Não cogite hipóteses... Fica quietinha. Fica!

Um comentário:

  1. O problema em ser futurista é deixar de ser feliz hoje!

    Puxa o seu final de semana tá demorando a passar... O meu passa num piscar de olhos... Como vc faz?

    ResponderExcluir

Leu a postagem? Então não deixe de comentar. Abraços e que Jesus os abençoe, Elisa Macedo.