Translate

sexta-feira, 15 de abril de 2011

Quem me vê sorrindo por chegar onde cheguei só vê os meus sorrisos, mas não sabe os caminhos por onde eu passei. Quem me vê falando tanto de amar verdadeiramente e de que um belo amor existe, não conhece as lembranças que tenho no coração. Quem me vê sonhando e se espanta com a audácia, certamente não conhece minha realidade para se espantar com ela. Quem apenas diz que eu vou superar porque eu sou forte, não me conhece a ponto de saber que eu preciso de um amigo. Quem é capaz de me amar e ficar em silêncio por medo de não ser correspondido realmente não sabe o quanto o amo.
Todos os dias sou tão estereotipada, tão rotulada, tão imaginada que poucas são as pessoas que conhecem a minha realidade. Até mesmo as coisas que me fazem alegres poucos conhecem.
O que me machuca é saber que eu também faço isso com as pessoas. Há pessoas que sorriem e eu não dou um abraço por achar que elas já são felizes de mais, só que posso estar deixando de abraçar quem nunca recebeu um abraço na vida e se faz de feliz para espantar de si mesmo essa imagem. Às vezes falo de amor, mas não tenho coragem de amar e nas poucas vezes que fui atrás do amor não fui muito bem sucedida, agora fico esperando o amor vir atrás de mim. Às vezes eu julgo que não me amam e gostam de mim, outras penso que me amam mas nem se lembram de quem sou.
Mas tudo isso me dá força de caminhar e me faz olhar para todas as pessoas com um olhar diferente. Quebrando estereótipos, dando oportunidades, fazendo diferente e tentando... Conseguindo ser feliz.
Quem vê meu idealismo, minha fé e minha esperança e acha grande, não conhece realmente o tanto que ainda carrego guardado dentro de mim.

Nota: Você irá ver em uma imagem aquilo que você quer ver, ou aquilo que querem que você veja, ou aquilo que realmente é, mas tudo isso irá depender só de você.

*Foto de outro blog.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leu a postagem? Então não deixe de comentar. Abraços e que Jesus os abençoe, Elisa Macedo.