Translate

terça-feira, 12 de abril de 2011

"Mudaram as estações, nada mudou... Nada aconteceu, nada está assim: diferente.
Não lembro quando eu cheguei acreditar que algo era pra sempre, parece que eu nasci sabendo que o pra sempre... Sempre acaba.
Mas nada vai conseguir mudar o que ficou, porque se depois disso tudo algo ficou, então é porque não tinha que ir mesmo. Quando penso em alguém, não tenho um pingo de egoísmo e ai então, me "estripulo" e fica tudo péssimo.
Mesmo com tantos motivos pra não querer tudo como está, nem desistir nem tentar agora - literalmente- tanto faz. Quem toca o fundo do poço sempre carrega as mãos sujas de lama." Seyal Layes

*Foto de outro blog

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leu a postagem? Então não deixe de comentar. Abraços e que Jesus os abençoe, Elisa Macedo.