Translate

sábado, 30 de abril de 2011


Hoje me dei conta, pra falar verdade eu já tinha me dado conta antes, mas, hoje foi a um ponto que me incomodou perceber que desde agosto do ano passado eu não consigo ter um dia de rotina. Não que eu queira cair na rotina, mas eu descobri que não passo na mesma rua por dois dias seguidos, que não como a mesma coisa por dois dias seguidos, que não respeito os horários por dois dias seguidos que sejam.
Eu não sei do que eu estou fugindo... Talvez esteja fugindo de deixar tudo igual, porque isso era muito ruim porque sempre estava faltando algo, alguém.
Descobri que eu comecei a fugir do banal pra não ter que encontrar com os fantasmas da solidão todos os dias nos mesmos lugares, pois quem antes estava, agora não está mais ali.
A cada esquina eu vejo apenas uma vez o retrato da despedida, já me basta essa, não preciso encontrar com o adeus amanhã de novo e no mesmo lugar... É de mais!
Mas não sei se consegui disfarçar, fugir, ou me enganar... O que eu sei é que enquanto eu não volto a rotina está tudo bem. Só não sei o que vai acontecer quando eu precisar encontrar com a rotina outra vez e ter que pegar o mesmo ônibus por dois dias seguidos, passar pelo mesmo caminho por dois dias seguidos, comer no mesmo lugar por dois dias seguidos, encontrar com a mesma pessoa por dias seguidos...
Tenho resistido a tudo isso. Tenho me esforçado para respeitar as escolhas dos outros. Tenho lutado contra minhas vontades. Tenho me esforçado para não ligar, não ir, não falar, não chorar... Tenho resistido a tudo isso. Eu estou resistindo a respeitar as escolhas de quem não quer saber de mim. Está sendo difícil, mas tenho resistido a tudo isso.



Nota: O post vai até parecer estranho para essa nota, mas o dia foi muito bom! Feliz com meus amigos, com minha amiga irmã que estávamos separadas há algum tempo. O princípio da vida é o amor, não importa a quem, mas amar. "Rio, Rio..."(8) kkkkkkkkkkkkkkk - "Fael, fazendo a Tama fazer o  'você, você, você'... kkk pala de mais pra mim"

*Fotos: Seyal Layes, Fael Forte, Tama Nogueira. - Agradeço ao meu teclado pelas letras não colocadas na 1ª foto. Esforça-te e entenda.

*Not So Will Love me - Across The Sky*

 

2 comentários:

  1. Não entendi muito bem o post, nem as fotos, muito menos a nota...Talvez por isso eu esteja comentando justamente este texto! Bom, do que ficou claro no texto, pois não tenho dúvidas de que há várias mensagens subliminares e indiretas (que não são pra mim) neste, posso dizer que adoro uma boa rotina! Sério! Quando entrei pra faculdade fiquei angustiada, porque era tudo muito novo...os horários, os lugares, as pessoas...Se lá, mas eu me sinto segura quando consigo ter uma rotina, quando as coisas a minha volta se tornam quase parte de mim, entende? Enfim...Mas não se engane, uma boa surpresa sempre é bem vinda...não sou nada metódica, muito menos organizada! Quem me dera...rsrs Bjos e até mais... :D

    ResponderExcluir
  2. kkkk

    Sempre há indiretas não é? Mesmo que para nós mesmos. Afinal, o intuíto da mensagem é atingir alguém... seja quem for.
    Então, as fotos é porque estes são meus amigos que eram parte da minha rotina e estão voltando agora, então é mais uma representação pessoal.
    Abraços Mari e vlw pelo comentário. ;)

    ResponderExcluir

Leu a postagem? Então não deixe de comentar. Abraços e que Jesus os abençoe, Elisa Macedo.