Translate

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Guerra Civil - o começo de uma revolução

"Não vamos pedir tréguas a terroristas, marginais, delinquentes. Vamos dizer-lhes que se querem enfrentar o Estado que venham. Nós vamos reagir com tudo", garantiu o prefeito da cidade, Eduardo Paes.

Não irei falar sobre o que está acontecendo na cidade do Rio de Janeiro, se querem saber clique AQUI ou liguem a TV.
A análise que pretendo discorrer é de tamanha relevância, pois o estado calamitoso que o RJ chegou, diversas outras cidades pequenas e até mesmo grandes, estão chegando a ele aos poucos e sem perceber. Enquanto o crime se expande a população é conivente com isso, ainda que não perceba. Mas como a população irá agir? Se a polícia muitas vezes se tornou sinônimo de corrupção?
Um morador da Rocinha resolve (por exemplo) denunciar o crime, porém a polícia QUANDO aparece, vai lá, faz uma graça... finge que aterroriza os bandidos, porém traumatiza o povo, e vai embora deixando os moradores novamente desfavorecidos de segurança e atormentados pelo medo caso algum fora da lei descubra o que ele fez.
Não irei criticar a sociedade, afinal, ela é reflexo do governo, que é reflexo do povo... não se sabe quem é o exemplo de quem, ainda mais no Brasil, que sempre espera o problema chegar a um ponto que nem os outros países conseguem ficar indiferentes ao que está acontecendo.
Vê imagens de bandido fugindo e um monte de leis que impedem os órgãos competentes de atirar é um absurdo!
Enquanto o bandido não tem lei, o cidadão de bem, os policiais tem que seguir um monte de burocracia para conseguir fazer o necessário. Direito Humanos deveria se chamar Direito do Bandido.
Eu nunca ouvi falar que o DH doou roupas, comida, medicamentos para locais onde isso realmente era necessário,  que mais se escuta é que esses 'desumanos' estão sempre defendendo quem não merece defesa.
Não sou anarquista, sou a favor da lei e principalmente, de uma sociedade justa... justa para quem é justo... e justiça implica em agir sem lei, para quem sem lei age constantemente.
Dane-se a constituição, limpem o RJ!
Defendam quem merece defesa e bola pra frente que o Brasil é da gente.


*Foto de outro blog.

Nota: Creio em uma sociedade justa e honesta, na qual o bandido pode se reestabelecer na sociedade. Tenho profunda compaixão das pessoas que são viciadas em tóxicos, pois elas realmente não respondem por si e sim pelos seus vícios. Os seres humanos foram criados para dominar e não para serem dominados... Acredito em uma sociedade melhor para todos, não para nossos filhos e netos, mas para nós que estamos aqui e agora.
Que Deus tenha compaixão de vocês.
 

16 comentários:

  1. Está muito complicada a situação..
    E o pior é que a solução parece não estar próxima...
    Agora, com relação aos Direitos humanos, no meu ponto de vista, acho equivocado e limitado dizer que só apóia Bandido!
    Os Direitos humanos estão ligados a Vida, a Liberdade, a Dignidade, aos pilares da Constituição Federal e dos Direitos Internacionais... As ações feitas pela ONU, os atos para preservação do planeta, até mesmo a Liberdade de Expressão... Tudo isto está ligado e depende dos Direitos Humanos... Entendo sua indignação com certos aspectos... Mas, acho limitado afirmar isto. Todo o buscado e lutado durante a ditadura resultou na Constituição de Hoje que, por óbvio, não é perfeita; Mas, garante muito se comparado ao visto antigamente. Claro que se precisa de uma ação imediata, algo precisa ser mudado - concordo! Só não podemos retroceder.

    ;D

    ResponderExcluir
  2. Se eu te contar que eu acabei de vir da frente da TV, acabei de assistir ao Jornal da Record, sobre a guerra que já está acontecendo à uma semana já no RJ, você num ia acreditar. E vim pra cá pro Blog para escrever sobre isso, agora vendo aqui as atualizações, você também escreveu! rsr Legal. Ei prima, é isso mesmo, bola pra frente com arma na mão, preparados pra Guerra por que o Brasil é nosso! Só um aviso: cuidado com bala perdida, pode ter formiga rs. Bjus..

    ResponderExcluir
  3. Não entendi. Os seres humanos foram criados para dominar, e dominam uns aos outros, logo são dominados também. Uma coisa implica na outra. A sociedade tem sede de sangue, pois é produzida a partir da lógica individualista. Ninguém se indigna a tal ponto para reclamar da pobreza, da miséria, da mídia de massa, etc. Mas quando a coisa aperta pra gente, "polícia neles". A gente não quer polícia nos bancos dando porrada em geral. Nunca cobramos isso. Playboy batendo em gay, a gente diz que não concorda, mas nada de apoiar a entrada da polícia nas mansões de Copacabana pra pegar os carinhas. Só nos compadecemos quando o nosso está na reta. O que acontece no RJ hoje, vai continuar a acontecer, talvez em proporções menores, pq a polícia não se renovou e UPP não fará isso. Não há sistema de segurança nacional que possa agir com inteligência na prevenção. Como a arma foi parar na favela? Como a droga veio para o RJ? Não tem fiscalização, pq muita gente grande lucra com isso, e passo bem longe da favela. Daí a polícia age e a população "inocentemente" apoia como se isso fosse resolução, mas ao contrário, é remediar algo numa urgência. Claro que agora isso deve ser feito, o tráfico não pode se armar dessa maneira nem de qualquer outra. Mas alguém deixa a arma chegar. Temos que pensar nisso, pois não é a primeira vez.

    www.costabbade.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. O seres humanos não nasceram para ser dominados por seus vícios... Ou seja, era para o ser humano dominar a terra.. isso implicaria em uns dominar sobre os outros...ok? mas não é disso que estou tratando, não é no evolucionismo e sim no fato do ser humano perder sua racionalidade passando a ser escravo das drogas.
    E sim... tem muita coisa que precisa mudar, mas pelo menos já estao fazendo algo que não fizeram antes..;. agora é só a populaçao continuar a cobrar o resto.
    Ficar jogando discurso bonitinho no corredor dos lugares não muda país.
    Ação social, reivindicação, renovação da mente e tentar ajudar as pessoas que realmente precisam, sem fazer distinção de ricos, pobres, play boy que bate em gay e pobre drogado... Ta certo, tá certo! Ta errado, ta errado.
    Fazer valer o que está na constituição: "somos todos iguais perante a lei."
    Sua indignação é correta, mas o momento é que foi meio estranho... mas ta valendo. Direito de expressão.

    ResponderExcluir
  5. Mas vale lembrar que em nome do DH estão querendo voltar a sensura no Brasil... População que depende só das mídias para informação muitas vezes ficam privadas dessas notícias.
    DH faz... faz! Só faz na hora errada e no lugar errado, pq a ONU só se mete quando o dela não está na reta, pq quando o EUA invadiu o Iraque Cadê a ONU? Oo ONU, onde tu foi?^^
    Tem muita coisa boa sim, mas assim como nem todo órgão é só ruim... Tem uns por ai que não são só coisas boas, embora devessem ser.
    pode parecer limitada a visão porque eu foquei, mas na realidade, na integra... Cadê os direitos humanos para defender os moradores de rua que estão morrendo de fome, assassinados e de frio por hipotermia no inverno?
    Então... é só isso.
    Infelizmente... fazer o bem no Brasil é só isso, quando o troço já não dá mais pra tampar ai alguém age.
    infelizmente.

    ResponderExcluir
  6. não ninguem que eu goste, morreu, só acabei de assistir um filme, que faz você pensar nisso :) Um bom final de semana pra você! vou te seguir!
    Beijos ;*

    ResponderExcluir
  7. Olá! Vim conhecer teu espaço e retribuir a visita que me fez.
    realmente é triste toda essa situação aqui no Rio. Percebo que as pessoas estão assustadas e evitam sair às ruas. É complicado explicar isso às crianças...
    Só nos resta esperar que toda essa mobilização venha a trazer algum resultado positivo para o cidadão de bem.
    Até a próxima.

    ResponderExcluir
  8. Ainda tem essa das crianças...
    Prepare a criança para não ter que corrigir o adulto.

    ResponderExcluir
  9. É... os vícios dominam a gente, mas, quando a gente quer, a gente pode dominar os vícios e exterminá-los.

    Ótimo texto.

    Olhe meu blog:

    http://botecosemnome.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. O que está acontecendo hoje no RJ é o resultado de anos e anos de negligência por parte das autoridades, na verdade os governos deixaram chegar a esse ponto.

    ResponderExcluir
  11. www.preguicaalheia.blogspot.com

    É triste o que esta acontecendo no Rio!
    É uma realidade que nem queria acreditar.. mas com fé em Deus tudo vai ser resolvido.. eu ainda penso em uma populacao mais humana no mundo.. sem fome.. sem guerra.. sem drogas..

    Abraço,
    P.A.
    _______________________________
    www.preguicaalheia.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. oiee... td bem?
    desculpe a demora em vir aki...
    brigadu pela visita...

    quanto ao assunto, é muito triste o que está acontecendo, e parece que cada dia mais perdemos a esperança que a violência no Rj vai amenizar...
    mas cremos que Deus pode fazer algo pelo povo que lhe clama (ex: 2 Cr 7:14).. vamos orar e abençoar este estado q é do Senhor!

    beijo grande do seu amigo de sempre!!
    fika com Deus!!!!!!!

    ResponderExcluir
  13. Olá!
    Retribuindo suas constantes visitas ao Seu Anônimo. Muitíssimo obrigado, viu!?

    Adoro seus comentários.

    Quanto ao conteúdo da sua postagem, só tenho a lamentar sobre o que temos assistido e presenciado nas últimas décadas. Isso já não é mais novidade. E, a cada "ocorrência-turbulência" como a que se apresenta, no Rio, a intensidade é maior.

    Até quando a gente vai ficar levando porrada?

    O povo brasileiro é acomodado! Enquanto tal postura imperar em nosso país, enquanto o satus-quo for a nossa realidade, padeceremos constantemente desse mal social.

    Forte abraço,
    Fernando Piovezam
    seuanonimo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. Tem que acaba com esses traficantes ta certo o exercito entra pena de morte já

    ResponderExcluir
  15. O problema é que no Brasil, pena de morte seria para inocentes ou para ladrões de galinha!

    ResponderExcluir

Leu a postagem? Então não deixe de comentar. Abraços e que Jesus os abençoe, Elisa Macedo.