Translate

domingo, 24 de outubro de 2010


Não sei se eu não devia, o que sei é que ainda me impressiono muito com cenas da segunda guerra mundial!
É totalmente bizarro estar acostumado com cenas Holywoodianas esperando um alguém aparecer no meio do final do filme, pedido para parar, pegando na mão do ‘mocinho’ e salvando ele do terrível mal, porém quando a coisa vai mais para o lado real... Não tem esse alguém.
Eu pulo, eu tenho crises de riso (não porque ache engraçado, muito, muito pelo contrário), começo a falar em cima das cenas (não que não comente o filme inteiro), fico histérica e tenho crises de consciência no pós filme e se meu celular não tivesse tocado na cena crucial, com certeza agora eu estaria chorando.
Acabei de assistir “O menino do pijama listrado”, não porque eu tenha gostado da história, mas eu recomendo.
Eu ainda me pergunto: A onde a humanidade achava, e ainda acha, que irá parar com todas essas guerrinhas matando gente que nem virou gente?
Quantas crianças mais continuaram sendo mortas nas nossas mini-guerras?
Só nos comovemos com histórias passadas, mas e atualmente... será que também não estamos travando guerras menores?

Um comentário:

  1. no Brasil morrem 50 mil por ano e ninguém tá nem aí.

    o PCC e o Comando Vermelho são treinados pelas FARCs e o PT não os reconhece como organização criminosa.

    FIM.

    ResponderExcluir

Leu a postagem? Então não deixe de comentar. Abraços e que Jesus os abençoe, Elisa Macedo.