Translate

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Pensamento da madrugada: Não sei se é porque eu já estou morgada de sono, mas é complicado para mim. Vejo que não estava me impedindo de ser mais feliz. Fato é que atualmente faço mais coisas do que fazia antes, estou me divertindo muito mais, mas ainda assim é tudo tão superfícial...
Nunca me senti tão fútil!
E pior eu pensei que dessa vez tudo fosse melhorar eu acreditei nas palavras alheias outra vez - "Não se preocupa, vai ficar tudo bem!".
Mas o que posso eu fazer? O que posso eu fazer? Eu não posso fazer nada. Absolutamente nada. E isso que me irrita, porque enquanto eu podia eu fiz e hoje eu estou paralizada e quem pode fazer não o fará, porque é sempre assim, eu dou um jeito de colocar na minha vida pessoas que ficam felizes enquanto eu estou lutando por elas, mas quando eu não posso mais o fazer, elas simplesmente não lutam por mim, afinal, danice eu mesma... Não sou ninguém mesmo, não importo pra eles mesmo, não sirvo pra nada, sou uma zé. Isso
Pensamento da madrugada: Sou uma Zé!
Quer saber, sou uma Zé tchorréia nenhuma. Ame-me quem quiser, o que eu preciso deixar de ser é boba e ficar esperando que façam por mim o que eu faria por eles.
Eu tenho Deus por mim, então estou nem rosa para quem é contra mim. Deixa eu parar de falar comigo mesma.
Acorda Lisinha, ou melhor, vai dormir!


Postagem não divulgada, apenas publicada.

Come Back Down

Lifehouse

Staring right back in the face
A memory can't be erased
I know, because I tried
Start to feel the emptiness
and everything I'm gonna miss
I know, that I can't hide
All this time is passing by
I think it's time to just move on
[Chorus]
When you come back down
If you land on your feet
I hope you find a way to make it back to me
When you come around
I'll be there for you
Don't have to be alone
With what you're going through
Start to breathe and fake a smile
It's all the same after a while
I know, that you are tired
Carrying the ones you lost
A picture frame with all the thoughts
I know, you hold inside
I hope that you can find your way back
To the place where you belong
[Chorus]
You're coming back down
You say you feel lost, can i help you find it
When you come around
From time to time we all are blinded
You're coming back down
You don't have to tell me what you're feeling
I know what you're going through
I wont be the one that lets go of you
I think its time to just move on
[Chorus] x 2


Nota: Essa música já marcou um momento bonito na minha vida... Vontade de chorar só de ouvir! Ah merda... já tow chorando (Emooo).

Como o ser humano consegue ser tão ruim assim?

2 comentários:

  1. Eu só queria agradecer a visita e comentário no meu blog , o Estação Primeira do Samba, e me deparo com esse delicioso desabafo.
    Várias vezes me fiz as mesmas perguntas e questionamentos que você, e até hoje, me sinto culpado por dar importância a quem não se importa comigo! Mas é justamente por isso que eu continuo me importando, porque isso ME faz feliz, então, não me importo se não me dão importância: o importante é que eu me sinto com aquela gostosa sensação de ter sido importante pra alguém. Mesmo que , de forma egoista, isso só tenha importância pra mim!
    Não se nivele pelos outros, e não espere demais das pessoas. Elas nem sempre podem nos dar o que precisamos pelo simples fato de não terem o que queremos, e elas não tem culpa disso!

    Seja você, isso é o que realmente importa! Sua recompensa, acredite, virá sempre em forma de felicidade!

    Bjão

    ResponderExcluir
  2. Nossa, muito obrigada! Nem pensei que alguém fosse ver esse texto porque eu não divulguei. Geralmente divulgo coisas que são importantes para os outros também, mas acabei descobrindo no seu comentário que as vezes o que sinto alguém tem algo de importante para passar para mim.
    Muito obrigada!

    ResponderExcluir

Leu a postagem? Então não deixe de comentar. Abraços e que Jesus os abençoe, Elisa Macedo.