Translate

terça-feira, 31 de agosto de 2010


Tinha tanto a falar... porém, prefiro ficar quieta.
Deixar uma foto que mente bastante o meu estado atual.
Abraços e até quando eu conseguir passar para a tela tudo o que se passa em minha mente.
"Estou tendo a coragem para matar tudo que me fazia viver... Matando, matando... sem medo de morrer." - Lis Masil.

Nota do dia: Um ano e ainda estou no mesmo paradóxo que estava nessa mesma época do ano passado: Até que ponto vale a pena se anular pelos outros? E até que ponto as pessoas se anulam por você? Porque enquanto é você quem precisa segurar a barra os relacionamentos (amizade, carinho, namoro, companherismo) existem? Porque quando é a outra pessoa que precisa aguentar a dor, precisa te entender, precisa estar do seu lado mesmo que você não esteja, ela simplesmente abre mão de tudo? Porque as pessoas não fazem por nós e não aguentam por nós tudo o que fazemos e aguentamos por elas? ... Já falei de mais pra quem não iria falar nada.
Abraços,
Seyal Layes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leu a postagem? Então não deixe de comentar. Abraços e que Jesus os abençoe, Elisa Macedo.