Translate

domingo, 22 de agosto de 2010

Nunca pensei que iria ver meu pai um dia falar meia dúzia de palavras qualquer e cair no choro por qualquer coisa.
Sabe, não queria falar, mas caso esse blog ainda exista daqui alguns anos, assim como os acontecimentos de 2007, gostaria de deixar registrados aqui os desse ano, para ver como superamos as coisas.
Meu pai anda meio  triste por algumas coisas de família que não andam dando muito certo, agora para ajudar eu 'resolvi' ficar doente (como eles gostam de falar, olhando assim até parece que eu acordei e falei: vou ficar doente!).
Hoje ele veio conversar comigo me mandando ir comer e ver se conseguia parar de passar mal porque pelo menos alguém por aqui tem que dar um orgulho pra ele, e ele não queria que eu ficasse internada uma semana e depois mais 30 dias para recuperação, iria acabar perdendo o período na faculdade.
Sabe, me deu uma vontade de chorar, mas eu acabei fingindo que não estava ouvindo para não demonstrar expressão, mas lá no fundo eu tava bem triste, porque por mais que eu queira fazer algo pelos meus pais agora e até mesmo pela minha mãe que ama ficar gritando enquanto eu estou me divertindo no banheiro, por que o que eu tenho é involuntário.
Só espero que passe antes que eu passe e o mal estar fique.
Que Deus abençoe meu lar, as coisas andam difíceis ultimamente. :S

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leu a postagem? Então não deixe de comentar. Abraços e que Jesus os abençoe, Elisa Macedo.