Translate

sábado, 10 de julho de 2010

Hoje eu a vi ao amanhacer, foi tão ruim!
É tão ruim acordar e ver que seu maior pesadelo ainda está sentada ali no sofá olhando para sua cara e sorrindo. Ela está feliz, roubando tudo que é meu.
E eu? Eu não posso fazer nada.
Não posso mandar no meu coração, como irei então mandar no coração das outras pessoas?
Sinto-me tão sem utilidade nessas horas, vendo tudo que eu sonhei ser destruído por um fantasma que ronda minha mente em forma de memórias de fotografias perdidas...
Sinto que isso me distancia de quem amo e sinto que talvez ela esteja conseguindo seus objetivos, não pelo que é meu estar almejando-a, mas sim pelo fato de que a cada suspiro que dou e emudeço alguma frase, lanço-o diretamente em seus braços.
Sei disso, mas é incontrolável.
É dor e mais nada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leu a postagem? Então não deixe de comentar. Abraços e que Jesus os abençoe, Elisa Macedo.