Translate

segunda-feira, 21 de junho de 2010

Dia dificil mas estou feliz




Sabe ontem eu voltei do encontro com uma nova visão e descobri que a luta dos que gritam eu vou vencer calada.
Hoje eu cheguei no colégio, apresentei meu trabalho de AeB, algumas pessoas disseram que eu estava diferente, outras me contaram que eu fiz falta na viagem e não foi tão divertido sem mim (não vou usar falsa modéstia) mas eu sou divertida mesmo :P. De noite o que eu queria era ver meu namorado né, hoje fazem 9 meses de namoro. Ai eu fiquei esperando ele e quando liguei ele falou algo que não entendi, a princípio fiquei preocupada pensando que alguém estava brigando com ele ou coisa do tipo, quando retornei ele me falou que já estava vindo e eu fiquei esperando, pois o que eu pensei ser uma briga era um jogo e ele não podia me responder como eu trataria meu namorado atendendo um telefonema dele no meio dos meus amigos. Quando vi ele eu pensei, deve estar indo na cantina, quando voltar eu falo com ele. Ele foi, ai eu estava do outro lad do pentágono quando ele me viu e virou para o bloco E. Eu fui atrás dele e quando eu estava abraçando ele matando a saudades que estavam enormes em mim eu vi ele fazendo gestos para a garota que estava com ele. (fiquei calada) Depois veio aquele cheiro horroroso de coquinho na minha cara (fiquei calada), quando eu estava descendo as escadas ele trocou meu nome e me chamou de larissa (fiquei calada), ae quando eu desci e fui entregar meu trabalho para ter tempo com ele, ele foi soltando minha mão e só não se foi porque apertei a mão dele e logo tive a minha apertada, até que percebi que ele queria ir a algum lugar com alguém e não era eu. Foi quando o Biel apareceu e eu fui agradecer a ele por ter orado por mim e contar pra ele como foi bom eu ter ido no encontro, é incrível como as pessoas nos tratam tão melhor quando são apenas nossos conhecidos. Quando ele voltou o Biel saiu e fomos descendo já que ele tinha pressa em se retirar, eu disse que ia com ele e não vi uma cara agradável (fiquei calada), isso sem contaro fato que ele estava quase morrendo para dar carona alguém, talvez para se aparecer para o pai, ou simplesmente para me deixar com raiva, não sei. Ficamos em frente ao RU uns 15 minutos onde só ouvi coisas construtivas e que não iria conseguir passar pela vida sem saber, tanto construtivas que graças a Deus lembro-me apenas de vagas palavras. Agora as atitudes eu lembro, fui tratada como se nem estivesse ali, estava quase implorando um abraço e nada, eu puxava o bracinho, e nada (fiquei calada), quando ele percebeu algo me rodou pensando compensar, mas eu não sou criança que vive de compensação. Eu disse que tinha que subir pra minha aula e devido a situação nem precisei implorar tanto para ele e sua companhia me acompanharem até onde eu deveria estar apresentando um trabalho, mas fiquei um pouco com ele porque tinha uma semana que não nos falávamso direito, a quinta-feira nem foi algo que possamos chamar de estar juntos. Foi quando depois de ouvir mais babuzeira e sentir que meus olhos iriam me enganar na frente dos meus amigos e da amiga dele eu puxei ele para um canto afim de dar parabéns por nós, mas quando o parabéns ia sair acho que saiu foi um obrigada. "Você não me queria ver feliz, fingindo estar feliz, eu estou olha. Agora você está feliz? eu fiz o que você me pediu." Foi isso que eu ouvi, dei uma utima olhada nos olhos dele e saí mais uma vez SEM FALAR NADA. Nem irei falar nada agora, para não dizer que não falarei, tem outras coisas que eu queria que ele fizesse e ele não escuta e o que escuta faz de um jeito que preferia que não tivesse feito nada. Ai eu fui pro banheiro do bloco F dar uma choradinha igual uma mendiga, se bem que o que ando fazendo mesmo é mendigar amor, e a Marina apareceu, a princípi pensei ser a Lalá, mas era a Marina que falou pra mim assim: "Deixa eu te abraçar (...) Gostaria que você chegasse na sua casa e pensasse se isso tudo vale a pena, você tem um sorriso tão bonito e eu não estou vendo mais." Ela falou algo de Deus mas eu não me recordo agora. Acabei me lembrando de algo engraçado. Quando a um ano atrás, vai fazer daqui a dois meses, eu fui conversar com o Breno pela primeira vez ele me contou que estava superando o término de um namoro onde ele se arrependeu de não ter ouvido os amigos dele para olhar para uma pessoa. Sabe, é cômico, pois hoje ele está correndo o risco de perder alguém que realmente merece valor por dar ouvidos a todos, menos quem verdadeiramente o ama. É. Eu aprendi que eu tenho valor. E pode ser ele caso ele queira, ou outra pessoa, eu sei que Deus me fez para sorrir e em algum lugar no mundo tem alguém que daria a vida para me ver sorrir! Por isso eu não vou chorar, eu aprendi. Não vou cobrar nada dele, nem de ninguém, pois Jesus me amou sem impor condições e eu não merecia, vou amar incondicionalmente e se for de Deus que esse amor permaneça, mas se não for vai sair. Não basta apenas pedir uma bênção para Deus, sua bênção também precisa querer assumir o que é, por isso tem pessoas que mesmo com a bênção não consegue ser feliz por completo. Este é meu caso. Sinto saudades do Breno que não me conhecia. Ele fazia mais por mim e eu não fazia nem tanto por ele, mas também não o fazia mal. Agora que aprendi a amar o amor está sumindo de mim. QUE SEJA FEITO A VONTADE DE DEUS! "Vou avançar eu vou vencer, ninguém vai me deter... Meu alvo é Cristo, meu alvo é Cristo!"

Feliz 9 meses para você meu amor!

2 comentários:

  1. isso mesmo elisa nao vale a pena viver numa falsa ilusao q existe sempre em despertar se no alge...as vezes sofremos muitos por "coisas" que naum nos merecem...sim eu disse COISAS...pq se soubessem o q eh amar alguem nao enganariam seus proximos...mas Deus sempre nos reserva um caminho especial e o seu tah guardado...

    ResponderExcluir
  2. Jesus Cristo é o caminho, a verdade e a vida.
    Obrigada Talisson, eu sei que o melhor dessa terra está apenas esperando eu estar pronta.
    Agora que eu já sei o caminho, não vou correr, vou ter paciência, pois a gente sempre pode esperar por algo que se pode confiar que é certo!

    ResponderExcluir

Leu a postagem? Então não deixe de comentar. Abraços e que Jesus os abençoe, Elisa Macedo.