Translate

sexta-feira, 28 de maio de 2010

Já tive...



Recaídas e pensei em ligar e fiquei feliz por não ter mais celular, já quis chorar mas pensei, vai adiantar nada, devem estar sorrindo e depois ainda debocharão da minha dor.
Já quis gritar, quis sumir, já quis fugir, já quis sair.
Já tive vontade de sair correndo, abraçar e dizer para não me deixarem.
Já tive vontade de pegar um pedaço de pau, ou de ferro e quebrar um certo carro vermelho!
Já tive vontade de sair por ai dando chance a quem se diz merecedor, deixar alguém ser feliz mesmo eu não sentindo amor.
Já quis pegar um avião e ir para um lugar onde ninguém me conhece e começar de novo, já quis ter amnésia para não lembrar de nada.
Já quis sair correndo atrás...
Já quis voltar no tempo.
Já quis tantas coisas que não quero mais.
Já quis tantas coisas que não queria um dia.
No final das contas eu só sei querer e dizer que queria.
Mas eu vivo dizendo aqui:
(voz fina) "confiem no ser humano, acreditem no ser humano!"
Então agora não quero é fazer mais nada.
Tow confiando, tow esperando... Vamos ver então o que vão fazer, ou se vão só ficar junto comigo e esperando... esperando... esperando.
Porque quando alguém diz:
"Confia em mim" ela está querendo dizer: "deixa que eu sei fazer", agora se ela não faz nada, só está dando o tempo para um dia eu ver que hoje eu quero, mas amanhã posso dizer que eu só queria.

Nota do dia: Vontade de ter uma recaída e procurar, mas não vou! Vou ficar na minha, sofrer sozinha e fazer o que me pediram: esperar, ae vamos ver então quem estava certo ?
E se você precisa correr atrás de algo é porque teve e perdeu, não perca, cuide e não deixe ninguém te tirar!

Frase do dia:
1-Não coma a manga!
2-Pessoa que age de acordo com a opinião dos outros pra mim não tem personalidade! Deixa os outros falar, vai ser feliz, mas quer ouvir os outros: fica com os outros eu é que não vou ficar correndo.
3- Quem a gente nem sabe que sabe que a gente existe nos ajuda, quem diz nos amar nem sabemos onde estão.

Ps: Já tive vontade de ver fotos e gravações, mas às vezes penso que esse tempo é contínuo e só servirá para apagar o que um dia alguém me disse ser eterno.
Se querem me esquecer, o que farei é não ficar por perto, ajudar no serviço e não impedir as metas alheias, afinal, eu posso amar quem eu quiser, só não posso obrigar os outros a amarem a mim e isso eu aprendi direitinho esses meses!
Ta do jeito que você queria ;)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leu a postagem? Então não deixe de comentar. Abraços e que Jesus os abençoe, Elisa Macedo.