Translate

sexta-feira, 26 de março de 2010

PANORAMA DO INSTITUTO




O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia, muito conhecido na cidade por sua antiga nomenclatura, Colégio Técnico Universitário (CTU), conta com uma estrutura física totalmente desenvolvida para melhor atender as necessidades de aprendizagem dos alunos e de execução de aulas por seus professores.

Hoje a entrada principal pela Rua Bernardo Mascarenhas tem sua fachada provisória, pois o bloco administrativo está sendo construído onde será a entrada oficial quando terminada as obras.

A transformação de escola técnica para instituto técnico, além de alterar a realidade acadêmica com a inserção de cursos à distância e de níveis superiores, também irá modificar a atual organização de seus blocos.

Atualmente contamos com cinco blocos na área central, também conhecida como pentágono pela colocação dos blocos, uma cantina, duas quadras esportivas (uma aberta e outra fechada) com um bloco específico dos assuntos relacionados a aulas e eventos realizados nelas, duas áreas para estacionamento e mais quatro blocos de funcionalidade voltada para o ensino técnico com seus respectivos laboratórios.

No pentágono estão localizados os blocos de A a E e, cada um com seus departamentos, sendo o bloco A o até então bloco administrativo, com as salas do Diretor Geral Paulo Rogério, da direção de ensino, secretaria, o centro administrativo do patrimônio, o centro de recursos humanos e o serviço de orientação educacional(SOE), sendo que de todos esses setores o único que trabalha diretamente com os alunos é o SOE e a secretaria que também presta atendimentos ao público de uma forma geral.

O bloco B - INFORMÁTICA é o único bloco do pentágono que tem suas atividades voltadas para a área técnica, embora também complemente a grade curricular de outros cursos sendo responsável por ministrar a disciplina de informática básica.

O bloco C - Ciências da Natureza é responsável pelas disciplinas de matemática, química, física e biologia.

O bloco D - É o bloco das ciências Humanas responsável pelas disciplinas de geografia, história, filosofia e sociologia, além de abrigar durante as tardes os cursos técnicos de transações imobiliárias, turismo, eventos e design. Nesse bloco também se localiza o LECTUR, o laboratório de eventos do turismo, responsável pelos eventos anuais do Instituto como a festa junina e também por desenvolver trabalhos ao público com serviços de organização de eventos de uma forma geral, festas, bailes, formaturas, etc.

No bloco E está localizado o departamento de Códigos e Linguagens responsável pelas disciplinas de português, literatura, línguas estrangeiras (espanhol, inglês e francês) e Educação física. No primeiro piso está localizado o Infocentro onde os alunos utilizam livremente os computadores do colégio para fazerem trabalhos, a biblioteca, o xérox e a sala de estudos.

Como é notável não há como os alunos terem salas fixas, portanto eles circulam pelo colégio de acordo com os horários das aulas, essa metodologia facilita não só o desenvolvimento do aluno, como também a aplicação das disciplinas por seus professores, uma vez que tem suas salas voltadas somente para as aulas que ministrarão.

Esse fato faz com que o aluno do IFET venha ser obrigado a amadurecer mais rápido, pois o aluno terá que ter responsabilidade o suficiente para entender que precisa assistir às aulas e a administrar o seu tempo livre.

Os blocos F (Metalurgia), I (Elétrica), G (Mecânica) e H (Edificações) têm laboratórios direcionados para as aulas de ensino técnico, onde eles aprendem não só a teoria, mas a prática que terão que vivenciar no mercado de trabalho.

Hoje o IFET conta com seis tipos de cursos integrados ao ensino médio (Eletrotécnica, Eletromecânica, Mecânica, Metalurgia, Edificações, Informática), onze concomitantes (além dos mesmos tipos do integrado são oferecidos os cursos de Turismo, Design, Eletrônica, Eventos e Transporte Rodoviário), além do curso subseqüente de Transações Imobiliárias e o curso para alfabetização de Jovens e Adultos (PROEJA) disponibilizando a formação no ensino médio e um diploma de Técnico em Secretariado.

Com a instalação do IFET foram implantados novos cursos de ensino à distância e de níveis superior (Engenharia Mecatrônica e Licenciatura em Física).

Mais informações sobre os cursos e exames de seleção pode ser vistos na pagina do IFET na web: www.ctu.ufjf.br .


Por Lis Masil

sexta-feira, 19 de março de 2010

Zéeeeeeeeee

... Ajudando a salvar meu aniversário! :P
Quase me matando né? mas ta bom. me obrigando a correr no centro da cidade, a atravessar e no meio da rua voltar... é um sucesso esse menino!
Pelo menos cheguei a tempo no serviço e ainda ganhei um sorvete de presente!!! lol
EEEEEEEEEE zé!
kkk
Agora só falta a nessa pra gente programar a churrascaria! Deus abençoe pra sábado que vem rolar uma festinha, nem que seja um churras simplesinho, mas com a família e amigos será um luxo!

quinta-feira, 18 de março de 2010

mudaram a loteria

Parece que me ouviram e o vestibular voltou a ser direcionado, isso faz obviamente com que as notas dos pontos de corte venham subir, uma vez que os alunos irão fazer provas das matérias que relativamente agradam melhor a seus âmagos.
Fica mais difícil entrar, pois um errinho seu é a certeza de que seu concorrente sabia aquela idiotice que você errou (foi o que aconteceu comigo, mas graças a Deus eu passei!)
Então galera, reclamar as vezes faz parte, pode ninguém ter visto, mas se alguém viu e entendeu a necessidade: EIS QUE FOI FEITO!
Se foi pura coincidência: sinal de que eu sou extremamente racional e pensei no certo, mas tão certo, que ele foi adotado!
lol
Valeu Deus!
Preciso de terminar de digitar meu livro, esse negócio de estar trabalhando é bom mas dá uma dor de cabeça de vez enquando.
Mas eu gosto muito da minha "supervisora".
Ai sabe, agora quero mesmo é arrumar um estágio e me ver livre de uma vez desse curso de turismo.
Antes eu gostada do ttu e nao gostava do médio, agora eu sinto falta do médio por conta do c, no entanto detesto o ttu. Aff
são as pessoas!
Preciso muiiiiiiiiito mesmo arrumar um estágio! Deus me ajude.
Enfim...
Daqui a pouco tem aula e estou só esperando dar o meu horário!

quarta-feira, 17 de março de 2010

Que dia meu Deus!

Será eu ou o mundo anda tão estranho?
Será por que agora eu estou na federal?
Ahhh é isso ae, agora sou quase uma jornalista: CNN AE VOU EU!
Embora as aulas comecem somente no segundo semestre eu já me sinto lá! :D
Minha cabeça ta doendo e eu estava até tentando fazer um texto a minha moda, mas não consegui:
RESERVO-ME AO DIREITO DE ME CALAR!

tem dias...


... Que agente só quer chorar, não quer saber de mais nada da vida, além de deitar em uma cama macia com um travesseiro fofo e chorar! Por que será que ainda me sinto tão só? Por que será que quando recebo algo bom, logo vem algo não tão bom atrás? Será que isso só acontece comigo? Por que será que ainda está faltando algo? ... Às vezes eu tenho medo de admitir e começar a chorar, quando penso que sinto falta do meu sonho dourado, dos panos, do estilista. Da rosa vermelha de todos os dias... Todos os dias... Era bom sentir o frio na barriga (*.*) -Ui! Esperar amanhecer e torcer para entardecer... O frio era quente e as tristezas eram alegres, no entanto as alegrias eram tristes, mas eu sinto falta. De deitar a cabeça no travesseiro e... Sonhar. São Paulo, madrugada, cobertura, noite quente... Quantas vezes essa cena foi repetida? O sofá... a mesinha de centro... Deixava tudo somente para ver o que eu ia fazer, o que estava fazendo... Estava sempre querendo me ouvir até quando eu queria me calar... Via qualidades em mim, até mesmo aquelas que eu não conseguia enxergar. Talvez eu esteja carente de atenção! Ai que dor de cabeça!!! "Só queria poder me calar juntinho, ficar quetinho... e não me sentir sozinho!"

sábado, 6 de março de 2010

Os C's



O único lugar que C classifica rico é no vestibular.
Hoje em dia a manha dos bem abonados é retirar os filhos das escolas particulares e chocarem seus ovinhos nas escolas públicas acompanhadas de um cursinho, que não vem no currículo do cidadão. A cota para negro é bem discutível, por um lado temos a maioria da sociedade negra, pobre e sem condições de estudos, ou de matê-los sem estar trabalhando e essa estirpe competir com os granatões se torna desonesto. Mas por outro lado temos os mega alunos que mandam mil no vestibular e não passa e um negro que fez quinhentos está dentro. Bom. Esses foram os assuntos debatidos hoje por e as tri-gêmeas e o João Vitor! É difícil de um modo geral, as escolas públicas as vezes parecem que enfiam os alunos na boca, mastigam até o ensino médio e os cospem depois de todos os anos com a consciencia limpa de "ser menos um jovem que foi pra cadeia antes dos 18". O ensino é uma porcaria e agora com essse negócio do governo querer fazer do Brasil um país desenvolvido (ou pelo passar essa imagem), estão retirando matérias como biologia, física e química dos currículos escolares. É o cúmulo, afinal menos matéria, menos pontos a serem avaliados: A VERGONHA, O VEXAME TOTAL! Por outro lado dizem que "quem faz a escola são os alunos", é muito fácil falar isso quando já se terminou os estudos, não enfenta o massacre que é o vestibular e já tem o seu salário garantido no final do mês. Um aluno pode até ser inteligente, mas naquilo que ele aprendeu, agora é fato que se um "escola pública -EP" pegar o caderno de um E-PART. da mesma série vai sentir lendo um livro do ensino superior. E ai? Que aluno consegue aprender por osmose? Que aluno consegue aprender por telepatia? Por adivinhação? É desonesto a atitude do governo para com os cidadãos, e é vergonhoso vermos ainda pessoas que debatem as cotas tentando erradicá-las. É injusto! Deveria sim existir um ponto mínimo para a entrada na universidade, mas daí tirar a oportunidade dos que já nasceram sem ela:É APELAÇÃO!