Translate

domingo, 6 de setembro de 2009

Problema


O verdadeiro problema de descobrir um intereseiro na sua vida é qeu simplesmente os outros veem a tona! foi assim comigo esse mês. Descobri que pessoas só estavam comigo pensando em benefício. minha vida toda fui sercada por pessoas assim e sabia lidar com elas, mas e quando não se sabe que eles são? foi isso que aconteceu. pessoas que eu tinha anos de convivência de repente virarão os leões da minha vida. Pessoas que eu ajudei a subir hoje lá de cima ficam loucos para me pisotear de onde estão. E a gratidão? Ah... a gratidão deve ter ido dormir ou coisa do tipo. Afinal para que ser grato a quem não fez mais do que a obrigaçao de te ajudar a crescer para levar umas pancadas suas. (by my sarcasmo) É sempre assim. Enquanto nós podemos fazer as mudanças na nossa vida para alegrar a quem amamos, tudo bem, mas quando esses que nos juram amor eterno precisam mudar apenas o jeito de se dirigir a nós eles não podem. Mas pra quê também? Não sou tão importante assim não é mesmo? ^^ (by sarcasmo ao quadrado) Dizem que acabou, sendo que se chegou nesse ponto é por que nem chegou a existir um sentimento, qualquer que seja. Exisitiu uma mentira agora uma verdade, não essa foi apenas a ilusão de ter exisitido. Começam a desencravar defuntos que morreram de morte natural, matando-os novamente como se estes tivessem falecido de morte "matada". Individualismo, cada um só olha o seu lado, o seu umbigo. Para corrigir seu erro justificam usando o dos outros, mas eu sinto em informar que isso não ajuda, até por que quando o erro só estava com você e eu apenas o adimiti para não te deixar mais triste. E você? Não pode ao menos assumir que realmente errou? Afinal pra que pedir perdão, não fizeram nada mesmo né? (by sarcasmo ao cubo!) são paranóias da minha cabeça. Agora eu saquei que o que as pesssoa chamavam de "charme seu lis" era apenas a motivaçao delas serem minhas amigas ou me terem por companhia. Coitados, mal sabem que eu sou realmente uma execelente pessoa e se eles nao olhassem para mim com os olhos de interesse eles realmente veriam como eu sou uma pessoa melhor do que eles pensam e com certeza eles lucrariam muito mais. Acontece que o tempo de ser escada alheia acabou. Agora eu quero crescer. Ficar me escondendo atrás dos outros com medo dos dedos que serão apontados e recebendo elogios através da vida alheia não dá mais. Agora vou dar minha cara a tapa e minhas mãos a apertar. Não quero mais testas de ferro, de bronze, de chumbo ou do que mais seja. Não preciso disso. Uma vez comentei a uma colega que se eu realmente quisesse me aparecer eu seria assunto de muitas mesas na hora da janta em muitas casas e por muitas famílias. Acontece que sem querer eu já o faço. Não digo isso com soberba, mas é como o César, um garoto da minha sala disse: "Todos sabem onde são bons, o que me diferencia é que eu digo e por isso me criticam." Na hora eu pensei: Cara soberbo! Mas analizando com os fatos da nossa vida, chega de ter pena de quem não faz nada direito, ou que só faz movido a pilha nossa. Tá na hora de todo mundo começar a usar suas próprias pernas e para de desgastar a dos outros, parar de fazer amigos de muletas e dos conhecidos contatos empresariais. Nós temos que ajudar sim, agora como ajudarei ao meu próximo se eu não estiver bem. Então agora é minha vez. Espero que vocês ainda escutem muitas coisas boas sobre mim. Espero ler isso daqui a alguns anos e ver como eu consegui alcançar meus objetivos, mas (repreende Jesus) caso assim não o seja, eu terei em meu âmago a mais profunda certeza que não foi por falta de tentar. Eu aprendi uma coisa com o Flávio, embora não tenha sido ele a me dizer e sim a pastora Vanda, Que eu preciso me amar para amar ao meu irmão. Eu estava amando mais os outros do que a mim. Agora eu não prendo mais minhas amizades, não tenho mais medo de perdê-las, aprendi a compreender que se eu as perdi é por que elas nunca foram minhas e se algum dia, por algum instante foram, quando acabou o respeito, junto com ele se foi tudo que realmente significava o nosso companheirismo. Aprendi a sorri quando as coisas que amo estão partindo e me deixando. Não me deixando para trás, mas apenas me deixando. A vida segue seu rumo, alguns param no caminho, outros vão aos pouquinhos, outros junto com o vento ou a maré, muitos voltam as raízes mas todos buscando a felicidade. Eu vou seguindo em frente, para o alto. o alto literal e o Alto Celestial. Não me apego a filosofias de buteco "quanto mais alto, maior o tombo." isso é para os pequenos e medrosos que tiveram medo de construir suas proprias escadas e subiram na dos outros, mas um dia os outros precisaram usas as suas e infelizmente, ou não, não tem como por a mesma roupa em duas pessoas. Agora é isso que queria colocar aqui. Que com muitas dores, muito sofrimento de alguns meses atrás quando eu vinha dentro do buzum repetindo para mim mesma "Tem um propósito de Deus para eu estar passando por tudo isso." as vezes eu repetia até com medo de não ter, não sei se por alguns instantes a fé ia embora quando a tristeza se aproximava, mas eu sei que não parava de dizer isso a mim mesma, e eis que hoje, pouco tempo depois eu pude ver o quanto eu cresci. Vejo também que estou ficando em partes sozinha, mas o próprio Deus diz que não tem como andar dois sem estarem em concordância, e que amizade com o mundo é inimizade com Ele. Além de que não tem como um gigante viver para sempre na casa de um anão. Ele pode até gostar muito do anãozinho, mas vai chegar um dia que sua coluna vai doer de tanto ficar abaixando para os dois viverem juntos e o gigante vai ir em busca da sua própria casa. Nesse dia o gigante não vai dizer " Agora é hora de ver quem é e quem não é" (como dizeria a Tama) , mas nessa hora ele vai pensar "agora verei se o anão também é meu amigo". Descobri que a vida é assim. Enquanto estamos sendo útil ok, agora precisamos, vaza! Somos tratados como grandes empresas, mas acontece que cada um é administrador da própria vida, e não importa se o presidente é bom se o administrador só toma atitudes erradas. Cuidado para não culpar Deus por suas escolhas erradas meus caros amigos. pois como eu digo eu sei que sou amiga de vocês, mas e vocês? o que são meus? Podem até dizer algo, mas o que vale éo que vocês sentem. Humildade pra viver, se não, não irá sobreviver!



" Cuide do seu barco!" By Lis Masil

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leu a postagem? Então não deixe de comentar. Abraços e que Jesus os abençoe, Elisa Macedo.