Translate

segunda-feira, 13 de julho de 2009

Se não podemos vencê-los, também não nos juntamos a eles.

Sabe, eu tenho um jeito muito peculiar que quem me conhece, mas conhece tipo conhecer mesmo, sabe bem que a primeira vista não vêem bem o que eu realmente sou.

Não por que eu mostro algo e sou outra coisa, mas por que eu sou expuleta de mais para quem está apenas como espectador da minha vida.

Confesso que até um tempo atrás, não tão longe assim, eu ficava muito ferida, chateada e até mesmo chorava por ver pessoas que pareciam tão legais não gostarem de mim pelo fato de simplesmente não me conhecerem e julgarem sem saber, apenas pela hipótese do que eu viesse a ser.

Mas, sabe, eu sei que eu sou mais. E se tem pessoas que não pensam assim, danice (com perdão da palavra). Quero mais que elas se atolem nos seus próprios conceitos (e se forem inteligentes saiam do lamaçal e voltem para uma vida de mais humildade), pois quem está perdendo são só elas. E até por que elas não são tão legais assim. Não quero amigos superficiais que olham apenas o que podem ver. Quero pessoas sábias ao meu lado, que vêem além do que o globo ocular humano, que convenhamos, é muito limitado, possa ver. Quero pessoas que vão além, que tem coragem pra dizer ao mundo que não que ser mais um robozinho do sistema.

Deu pra notar que esse ano o preconceito anda vindo à tona na minha vida né? Pois acreditem, ele está vindo por ângulos que eu dificilmente poderia imaginar que viriam.

Mas eu sei que sou uma pessoa ótima, e não é soberba, é a verdade. Eu só estou ganhando, pois quem escolhe minhas amizades é Deus.

Eu sofri muito tentando mudar a concepção de algumas pessoas com relação a mim, por que eu tinha uma necessidade de mostrar o meu verdadeiro eu a todo custo, se a pessoa não gostasse dele eu nem ligava, mas eu queria que ele fosse visto.

É difícil explicar com palavras como sou. Talvez por eu ser muito complexa, meu jeito é intrigante e cada dia uma nova pessoa mas com os mesmos princípios e sonhos. Não é jogo de incoerência, mas antíteses que são frutos de pensamentos contrários mas se encontram e dão certo. Digamos que consigo mudar o que está por fora, e o que sai de dentro de mim, mas o que está lá dentro e o que jorra da minha fonte, isso não. É mais que imutável, é uma palavra que ainda não criaram para definir, talvez seja uma “Lis Masil”, se não fosse nome próprio. Mas não... Ainda não criaram tal definição.

Eu sei que o que eu posso fazer para agradar aos que me cercam eu faço e vou continuar fazendo, até mesmo me sacrificar as vezes, se valer a pena e realmente for necessário. Ao s que se colocaram do lado de fora da minha vida, que além de não participar da minha peça, não são platéia e nem críticos, são os fofoqueiros de janela que pegam o assunto por menos da metade e o multiplicam por três e fazem daquilo a mais pura e real verdade, só tenho a dizer: LAMENTO POR VOCÊS.

Não vou mais, literalmente, perder tempo com vocês. Vou ganhar e investir esse tempo aos que me cercam e eu sei e sinto que realmente querem meu bem.

Não irei odiá-los, pelo contrário, terei além do maior amor do mundo, trarei comigo um enorme sentimento de misericórdia de almas tão miseráveis que além de possuírem medo de assumir que erraram no julgamento que fizeram sem nunca terem recebido o título de juiz de alguma coisa, se acham no direito de ficar da janela da suas vidas observando erroneamente a vida alheia. Não só por isso, mas por insistirem no erro de deixar apenas as mesquinharias humanas sobressaírem do vulcão de sentimentos, no lugar de cultivar o mais belo amor ao próximo no jardim de esperança que eu sei que todos nós temos dentro dos nossos corações.

MASIL, Lis Masil - Brasil

Que Deus nos abençoe.

Nota: Escrevi o camelÔ maluco e minha noite foi ótima em uma festa de qualidade. Domingo também foi muito bom. Viu gente não podemos nos desesperar e julgar uma vida por um momento, as coisas mudam, mesmo que em um determinado momento venha parecer que nada de bom vai acontecer em momento algum, relaxa que vai sim. ;) Tenhamos fé em Deus e no nosso Senhor Jesus Cristo, no mais Ele fará. ;) ;P

Nota: Escrevi o camelÔ maluco e minha noite foi ótima em uma festa de qualidade. Domingo também foi muito bom. Viu gente não podemos nos desesperar e julgar uma vida por um momento, as coisas mudam, mesmo que em um determinado momento venha parecer que nada de bom vai acontecer em momento algum, relaxa que vai sim. ;) Tenhamos fé em Deus e no nosso Senhor Jesus Cristo, no mais Ele fará. ;) ;P

Foto: Estilo calem-se para serem amados e falem para divulgar suas idéias.

Questão para reflexão: Vale mais ser amado pelo que você é ou pelo que aparenta ser? Vale a pena mudar para te amarem? Isso é amor de verdade?

Até mais galera.

Um comentário:

Leu a postagem? Então não deixe de comentar. Abraços e que Jesus os abençoe, Elisa Macedo.