Translate

segunda-feira, 29 de junho de 2009

Crises exitenciais alheias

O povo hoje em dia anda num tal de o "novo eu" o "velho eu"... e isso está me irritando!
Gosto das pessoas pelo que são e não pelo que eram ou poderiam ser.
Se as pessoas se aceitassem e entendessem que cada um tem suas qualidades e defeitos e por isso são tão especiais eu já ficaria mais feliz.
Esse povo quando precisa ver malhação não vê... [kkkkk]
Mas incrível! isso aconteceu mesmo!:P

no fotos

sexta-feira, 26 de junho de 2009

Marcas de uma geração.


Sabe, quando mesmo a distância pode perceber o sentimento triste oculto pelo olhar alheio? É horrível sentir isso.
Eu estava agora assistindo MTV, intercalando com o especial que também foi transmitido ao Michael Jackson pela rede Globo de televisões brasileira e estava me fazendo essa pergunta que até então me pareceu fútil num momento tão trágico como esse.
“Por que Michael nunca (ou na maioria das vezes) tirava os óculos?” – A não ser quando se via livre dos “paparazis”?
A MTV brasileira essa noite transmitiu o filme “Michael Jackson- A Lenda continua”, não pense que nessa postagem estou colocando alguma espécie de idolatria ou algo do tipo, longe, bem longe disso. Mas nesse momento em que o mundo se julga no direito de analisar a vida de uma pessoa que não mais vive, cá estou eu, com meu ponto de vista.
Nesse vídeo apareceram depoimentos de vários famosos, e todos viam em comum a meiguice, a inocência infantil do astro da musica pop. O caso é que todo mundo depois que morre vira “santinho”, distanciem também a idéia deque eu esteja tentando canonizar MJ, ele era um ser humano com qualidades e defeitos, mas vendo todos esses depoimentos, essas fontes, algumas ofensivas (em outras emissoras), outras menos agradáveis, algumas passando imagens de “onde Michael pisou quando veio ao Brasil”, muito tosco isso a meu ver, mas o caso é que o mundo se abalou e eu também, tirei algumas conclusões.
Eu nunca julguei o artista (por que cantor seria resumir de mais toda a literal revolução que esse ser causou na musicalidade mundial) pelos boatos, e sempre pensei que poderia, gostaria de repetir, poderia (até por que não posso afirmar nada, eu não estava lá) não passar de meras especulações espoliativas de marketing para conseguirem arrancar alguns minutos de fama, ou uns “míseros” milhões de dólares do “negro-branco” mundial. O carinho que ele demonstrava pela humanidade ia além de palavras bonitas quando um jornalista lhe perguntava: “Qual é Mr. Jackson, você poderia transmitir ao mundo o que você pensa dele?”
Não, as palavras dele eram ações. “You are the world”. Preciso dizer algo mais?
Macualin Calk se identificou com o pop boy mundial, crianças do mundo inteiro. O caso é que não vim no meu blog falar de “Michael Jackson” quando o mundo inteiro e as paginas do hotmail, jornais do mundo todo, sites de fofoca estão a todo tempo divulgando informações de diversas origens sobre o caso. Quanto a mim resta apenas o meu observar dos fatos.
Não seria verdade dizer que o mundo só está falando dele por que agora veio essa exótica criatura a se despedir do mundo em que vivemos, a realidade é que ele marcou gerações, e não me recordo de ter postado no meu blog, mas meus amigos que me conhecem sabem o quanto eu lamento não ter vivido minha juventude nos anos 80, acreditem essa semana e ontem na hora da janta um pouco antes de ligar a TV e meu pai me fornecer à notícia do falecimento do MJ eu estava comentando sobre essa década marcante, onde os jovens poderiam até não saber viver, mas estavam tentando da melhor forma, diferente da minha geração (pelo menos a meu ver, perdão se não concordam, sinceramente espero estar errada).
Quando falava isso me referia a muitas musicas, cantores e outros fatos e modos de vida daquela época sem relacioná-los a MJ. Mas eis que a relação foi feita e sem minha vontade espontânea, foi involuntário, eu acho.
Ao ver o filme “De repente 30”, eu pelo menos fiquei chateada em ver que minha geração leva a vida muito fora do sério, não encontraram o ponto de “stop”, ou de “siga em frente”. Estão tomando direções contrárias em caminhos sem sentido e tudo isso pra que? Não entendo.
Mas voltando a minha análise quanto à vida de Mr. Jackson eu acho que os óculos que ele tanto usou eram para esconder as angustias e frustrações que se passaram na vida dele. Ao ver o filme eu confesso que senti pena daquela pessoa que ali existiu, e como muitos eu lamentei profundamente não ter tido a oportunidade de conhecê-lo pessoalmente, mas diferentemente eu não ia pedir autógrafos, ou gritar “ I Love you. Love me please!” ou “Take on me, Michael, take on me.” Não. Eu iria ser uma espécie de especuladora não “divulgante” dos acontecimentos.
É realmente eu tenho que ser jornalista.
Mas não iria querer saber para divulgar, acreditem, é verdade. Mas eu iria querer ajudar. A infância frustrada dele era refletida na voz que até atualmente, ou melhor, até ontem ele possuía. Uma voz meiga e sutil quando falava. Uma verdadeira criança.
E acreditei nele quando ele disse que gostava de crianças e de ficar perto das mesmas como uma forma de compensar a infância “perdida” e maltratada. O trabalho, embora “gratificante” dependendo do ponto de vista-lógico!- tudo isso roubou o que de mais importante o ser humano pode ter na vida em relação as suas fases: a infância. Toda fase é importante, mas é na infância que encontramos aquilo que nem sabíamos que procurávamos, para ele parece que não foi preciso encontrar, “roubaram” esse direito dele, dando o que as pessoas procuram e tirando o que tanto almejam: A felicidade, o carinho, o ser criança.
Quando ele estava no meio da “plebe”, digamos assim e sem nenhum preconceito, mas realmente quando ele estava com o povão, ou com crianças independente de “plebe” ou “nobreza”, ali nós poderíamos ver gestos de remotas felicidades e em suas brincadeiras víamos recordações de uma vida que talvez ele não tivesse vivido. Brincando e se divertindo no lugar de recordar o que viveu, mas recordando recordações, e por mais que aquilo lhe parecesse feliz, no fundo ele sabia que estava enchendo algo que jamais seria transbordado ou pelo menos completo. Uma espécie de balde furado, não consegue se entregar somente aquilo. Está ligado e dividido com outros meios, MJ parecia ligado ao passado infantil.
Comoveu-me também quando ele disse que o feria as pessoas dizerem que ele ficava sendo uma espécie de “metamorfose de si mesmo” por que não se amava. Quem somos nós? Meros espectadores metidos a escritores da vida alheia. Isso sim nós somos.
Confesso que chorei.
Chorei quando pensei nas perdas e nos sentimentos que esse ser humano poderia estar a muito guardando dentro de si e lamentei inutilmente não ter tido a oportunidade de ajudar.
Hoje vemos muitos artistas neuróticos por ai, cheios de conflitos com eles mesmos, alguns inventam esses conflitos para vender mais. Mas a felicidade não se vende em pacotinho. Muitos por orgulho ou por não dizerem para si mesmos que não são felizes não comprariam caso vendesse, mas eu acho que MJ sim, seria o primeiro da fila dos famosos.
Vendo a cara dele com as premiações e contrapondo com as expressões do palco, parecia que a obrigação, o serviço era receber os prêmios.
Na realidade nunca saberemos quem ele foi. Saberemos o que ele significou pra várias gerações, para a musica, para os vídeos clipe, para tantas e tantas pessoas que deram o primeiro beijo ou foram no primeiro baile que tocou alguma musica que ele estava cantando, ou melhor, interpretando, por que até simples ele dava show.
É difícil definir uma pessoa, principalmente quando não se conheceu só se ouviu falar. E depois de morto, cada um cria uma pessoa para aquela que se foi e dificilmente ela será ela mesma. Em vida os seres humanos já têm muito conflitos tentando descobrir quem eles mesmos são, uma espécie de “ilha desconhecida em busca de si mesmo”, imagina pessoas alheias julgando as outras sem as conhecer?
Verdade seja dita, embora velho e não mais o MJ do Jackson Five, Michael Jackson deixou não um furo ou um vazio, deixou um rombo na vida e nas trilhas sonoras das vidas de milhares e milhares de pessoas. Não por idolatria, embora alguns sim, mas por, comparadamente assim como matar o ator principal da trama, tirar dela a trilha sonora deve ser uma tarefa muito dura de fazer. E quantas pessoas não têm no seu CD de vida pelo menos uma musica de Michael Jackson? E como será a partir de agora se lembrar dela?
Desejo aos familiares o consolo de Deus. Não sei se Mr. Jackson era convertido, tinha fé, ou coisa do tipo, mas o Deus que eu creio é rico em misericórdia e que ele possa ter misericórdia de Michael Joseph Jackson também.
Lis Masil – Minas Gerais – 27 de junho de 2009 às 00:25.

quarta-feira, 17 de junho de 2009

Complemento da postagem anterior


acho que estou conseguindo cumprir o que disse na postagem anterior
eu sabia que estava faltando algo e hoje minha amiga Alice me deu o exemplo perfeito para expressá-lo.



the wonderful world of Alice

Aprender a viver e a conviver para sobreviver.
Ela é uma doce pessoa, ótima amiga, mas vive num mundinho só dela, feito por ela e para ela. Ela não entende que precisa aprender certas coisas na vida mesmo não gostando. não para se enquadrar, mas para sobreviver a essa selva. afinal isso aqui nada mais é do que a lei da sobrevivência.
pra ela só tem 3 saídas
ou sobrevive na cagada
ou aprende na pancada
ou morre sendo por ela mesma enganada e esmagada.

imagina uma criança ter nojo de usar fraldas?
São coisas das quais nós muitas vezes não nos perguntamos (atitude filosófica) até mesmo pela falta de necessidade, mas é um bom exemplo. é nojento imaginar um ser humano andando por ai com seus excrementos guardados, mas infelizmente é esse o lugar inicial que ele precisar ir. o nanem não pode virar pra mãe com 3 meses e começar a gritar "tira isso de mim, tira"!
ele simplesmente se adequa a condição (mesmo involuntariamente) para sobreviver. Quando ele cria artifícios para não mais aceitar essa repugnante situação ele aprende a ir no banheiro e a se limpar, não tendo mais que depender de ninguém para tirar sua "fraldinha" somente quando desse na telha! caso contrario teríamos uma rebelião de bebes!

Podemos até mudar o que achamos errado, mas para isso temos que encontrar meios de como estabelecer essa mudança.

PS: o papo começou comigo me sentindo um pontinho roxo na floresta verde. todo mundo que a floresta é verde mas não consegue deixar de perceber aquele mínimo ponto ali no meio. o caso não é que eu sou a santa, mas digamos que tem muitas pessoas que convivo fazendo coisa errada e eu não, como eu sou a única a não fazer, isso faz parecer que a errada sou eu. não que o mundo seja mal e só eu a boazinha.
já q estamos usando exemplos veja esse.

Tem um clube de ladrão e uma pessoa no clube que não rouba, a que não rouba está certa, mas por naquele meio o certo ser roubar e ela ser o único a não atuar nessa área infame ela é a que é visto como o errado!
sacaram?
vlw;)

Espero não ter confundido a cabeça de vocês e por favor, não tentem juntar os exemplos aos casos, foram meros exemplos didáticos.

Fotenha do google.

terça-feira, 16 de junho de 2009

"Aprendendo a viver e a conviver para sobreviver"


"Aprendendo a viver e a conviver para sobreviver".


Criei essa frase praticamente agora como forma de expressar como temos que nos enquadrar nesse mundo para sermos aceitos por essa sociedade corrompida.

Muitas vezes as pessoas pensam que tem que se tornar iguais a todo mundo para se encaixar e não ser somente mais um na multidão, mas acabam sendo ainda assim.

A questão não é querer que o mundo te aceite e nem aceitar o mundo, mas aprender a conviver para literalmente sobreviver, temos que entender as pessoas mesmo não aceitando e não concordando com suas idéias, mudamos o possível e lutamos contra o impossível para torná-lo possível. não podemos sair por ai gritando: "Mude para mim te amar"!

Mas entender as pessoas na sua individualidade e amando elas pelo que são.

Muitas pessoas até querem mudar mas não tem aquela mão estendida como que dizendo "Segura que eu te ajudo!"


Por onde anda os amigos?

Os sentimentos?

É um texto meio incoerente, mas se a vida fosse toda coerente não teria motivos de exisitir tantos questionamentos não é verdade?


"Não conformeis com esse mundo mas modificai-o com a renovação do vosso entendimento, para que seja feita toda a boa, agradável e justa vontade de Deus".

É algo assim. ;P


*Muitas vezes somos obrigados a conviver com coisas das quais não aceitamos. Temos que abraçar causas que não são nossas e muitas vezes somos até contra, mas a sociedade não vai roubar de mim umas das coisas que eu tenho de mais valor: MINHA OPINIÃO.

Sou honesta comigo mesma para aceitar que as vezes, muitas vezes, preciso mudá-la, mas tenho garra o bastante para lutar por esta quando ela está correta e com fins sociais. Não deixe a sociedade matar o ser humano que tem dentro de você, e não deixe o ser humano se alto flagelar dentro de ti, impertigando e dominando o que de mais puro o ser humano tem: A ALMA.

(*Sinto que ainda falta algo, ou que falei algo que não queria falar), quando descobri eu coloco, ou tiro! ;)

segunda-feira, 15 de junho de 2009

Nada como um dia após o outro!

A vida dá reviravoltas e nos joga de um lado para outro sem nos perguntar por que e quando, mas temos a mera impressão de que ela só faz isso por que nós demos alguma legalidade a ela, talvez com nossas atitudes.
Eu estou feliz pois minha família vai bem, por que tenho meus amigos de volta e por que sei que irei encontrar um emo lindo para mim. Que dançe, pode ser balet, que se maqueie masculinamente e "emoticamente", que esteja disposto a me defender, seja meigo comigo, lindooooo, educado, de Jesus e com personalidade. Sei que terá mais qualidades por que Deus dá o pacote completo e sei que serei e fazerei alguém feliz. :D
No mais estou esperando dá 3 e 30 pra pegar no "trampo"(se bem que eu acho que hoje vai ser mesmo).
hihi
R.U se superando e eu continuo despresando os que me fazem mal. Mas se precisarem: ESTAMOS AE!

Bjim gente! talvez eu poste mais coisas ainda hoje.


Existem coisas que não voltam atrás assim como uma palavra pronunciada!

Amo vocês amigos.

domingo, 14 de junho de 2009

O que eu sou?

Eu sou tudo akilo que eu motrei, nada mais do que aquilo.
Não sou uma tchuntchazinha vulgar que fica com todo mundo, eu só estava no lugar errado e com as pessoas erradas.
Eu realmente amo meus amigos como amo minha vida, por que acreditem e não é exagero, meus amigos são minha vida.
Eu choro quando amigo virtual faz graça comigo, imagina amigo mesmo presencial, não que amor seja diferente, mas por que perder o que tá perto é mais frustrante, convenhamos.
Eu sei que se isso não passar alguém pode ter certeza qeu todos os dias antes de dormir vai ter uma lágrima no meu travesseiro.

Eu fikei muito feliz de saber que tinha me defendido quando falaram de mim, não brigou com ninguém só disse "não fala dela".


Eu poderia tentar fazer declaraçao em tudo quanto é lugar pra vc mostrar pra quem quer que fosse e falar: olha correu atráz de mim, mas eu nem ligo, se isso for te trazer de volta pelos motivos que só Deus e você sabem os quais te levou... eu não ligo a minima. Tragam pra mim ae a latinha que eu voou começar a pixar o mundo com a seguinte musica que para vc pode ser apenas mais uma, mas como eu já disse e todo mundo sabe né que eu tenho mania de lembrar de pessoas com as musicas e como eu falei e sem almentar qeu eu sinto até o cheiro e a temperatura do lugar quando escuto a musica.... olha aeee:

Eu vou sentir saudades e não vou ter medo de chorar! Você sabe que eu choro muito!:P

Um Dia de Cada Vez
Tihuana
Composição: Ivy / Tihuana
Viver um dia de cada vez

Sentir saudade
E não ter medo de chorar
Um dia eu cheguei a pensar
Que sem alguém
Eu viveria mais feliz...
Não sei!
Se a hora é certa pra dizer
As tantas coisas
Que eu não posso mais guardar
Das outras vezes que eu tentei
Você nem me deixou falar
Você nem quis me escutar...
Já faz um tempo
Que deixou de ser legal
A nossa história
Pode estar chegando ao fim
Não tenho mais razão
Pra continuarLevar adiante
Pra depois se arrepender...
Não sei!
Se a hora é certa pra dizer
Há tantas coisas
Que eu não posso mais guardar
Das outras vezes
que eu tentei
Você nem me deixou falar
Você nem quis me escutar...
Não quero me lembrar de você
Como alguém que me fez mal
Teremos coisas boas pra contar
Mas hoje não vai dar pra ser...
Não sei!
Se a hora é certa pra dizer
Há tantas coisas
Que eu não posso mais guardar
Das outras vezes que eu tentei
Você nem me deixou falar
Você nem quis me escutarAh ah ah ah! Ah ah!...Você nem me deixou falar!

Espero que essa musica seja apenas o tema, mas que a letra dela não seja o que venha acontecer, por que se não você pode começar a baixar e a ouvir a sinfonia fúnebre de algum famoso ae pra ouvir e lembrar de mim.



oração: Deus eu sei que é pecado jurar, mas tu que conheces tudo o que tenho e tudo o qeu sou, e até aquilo que eu não sei, você sabe o quanto é horrível pra mim perder aquilo que eu mais amo. Que antes de eu orar você já sabe o que vai sair da minha boca. Dessa vez eu vou ficar queta e te implorar para só ouvir meu coração, por que minha boca pode dizer coisas erradas, mas meu coração esse ae o Senhor sabe que ele não vai mentir. Ele pode até se enganar, mas ele não vai mentir.
Amo-te meu Pai!

*Sem foto

quinta-feira, 11 de junho de 2009

O ser humano e suas concepções


Vou colocar aqui parte de uma conversa que tive no msn com meu amigo Flávio.Mais abaixo tem um texto relacionado ao assunto, para quem acredita que no século 21 não tem preconceitos ou conceitos formados... Tapem os olhos:P





Bom, essa é a verdade. Todo ficam caçando defeitos em todos para encobrir seus próprios erros e dogmas distorcidos, mas na verdade eles já encontraram, muitas vezes, a verdade, mas mentiram por tanto tempo que essa mentira de tão repetida teve tendência a se tornar realidade para eles (já dizia o inpirador dos hipócritas, "Hi Hittler"). Eles podem até enchergar e aceitar a verdade, mas dificilmente um deles será capaz de assumir isso, principalmente para aqueles que eles tanto influenciaram e fizeram pensar algo que na realidade eles mesmos nao acreditam, ou acreditavam.

Muitas pessoas negam suas origens para criar um esteriótipo de si mesmo, com o rei ou a rainha, mas na realidade não passam de meros servos ou até mesmo escravos de si mesmos, tendo que sustentar uma mentira que eles mesmo amontoaram em sua vida, emaranhada como se fosse parte do seu próprio corpo, como se fosse sua própria postura de viver e de ver!

Na realidade muitas pessoas evitam olhar no espelho, nao para ver a face que a sociedade julga feia ou fora dos padrões (até por que, o que são padrões além de outros mais esteriótipos que a sociedade criou para selecionar as pessoas como se elas fossem objetos de si mesmos?), essas pessoas não se olham no espelho para não ter que ver quem realmente é o culpado de tudo dar errado. No lugar de levantarem a cabeçe e mudarem suas atitudes, tocam sua vida em perfeita inércia, pisando em quem tem coragem de assumir sem medo e sem preconceito tudo o que pensa de bom. Por que o que pensamos de mau... para mim devem ser apenas pensamentos, devemos somente exteorizar o bem.

Existe sim muita coisa errada no mundo, muitos culpados não condenados e muitos inocentes sofrendo, é mais uma vez o justo padecendo pelo ímpio, mas temso que nos apegar ao apoio de Deus e encarar a realidade com o peito aberto a descobrir que muitas vezes eramos nós os errados.

Ver que no porão da nossa alma tem uma janela pela qual vemos as pessoas passando e julgamos pelo que vemos e não pelo que são. São e não o têem.

Encarar a realidade que foi forjada por nós mesmo é mais difícil do que ver o erro nos outros.

Aprender a aceitar a si próprio é mais difícil do que encarar os outros de frente. por que embora muito venhamos querer não somos o protótipo da verdade e sim a face aberta da hipocrisia!

Não queremos que as pessoas se acheguem a nós pelo que temos ou pelo que pensamos, mas fazemos elas se achegarem a nós atravéz desses artifícios.

Seres humanos?

Mais uma vez eu digo que me decepciono a cada dia que os concheço.

Mas aos poucos eu estou aprendendo a ter fé nessa "raça", por que sei que ainda há pessoas boas esperando para mostrar ao mundo que igualdade não é ter o mesmo cabelo, o mesmo tom de pele e as mesmas melaninas oculares como no livro YARGO, mas que somos iguais nas diferenças. Não digo isso por eu ser uma das criaturas mais exóticas que as pessoas que me conhecem já viram, mas digo isso por que é isso que eu realmente acredito.

Tenhamos fé em nós, mas acima de tudo em Deus, para que Ele possa lavar nossas mentes e nos transformar a cada dia em pessoas mais compreensivas e muito, mas muito mais HUMANAS!

Afinal, não é isso que dizem tanto que somos? Que venhamos então fazer o "juz" a parda!



Foto: Flávio emo sainda da sua tão amada lanzinha! :D (Vlw Pipi, mow satisfação em ter tu aki no meu tumtum>>S2... Viu vc conseguiu seu S2!^^ hihi, outro ó! kkk)
Até que em fim postagem prestável nesse blog! kkk
É a falta de tempo! :/ É o vestiba e a tristeza de ter que comentar assuntos assim. Mas é a verdade do mundo, não posso me juntar a hipocrísia e finjir que nada acontece como faz a maioria do mundo!

terça-feira, 9 de junho de 2009

Vida muito malukinha

Pessoas cheias de faces, amigos cheios de conflitos, gente que acha que amor é só quando envolve amor herús... Falta de compreensão, distúrbios e desvios no caminho... loucura, loucura... Gente apontando dedo, preconceito a flor da pele, literalmente, pessoas desamando assim... É muito malukinha essa vida.
Atualmente ela anda assim, pra rechear o pacote ela vem acompanhada de muita dor e saudades... saudades de uma vida não vivida e de uma dor muito sofrida e infelizmente lembrada.
No mais...
Em breve eu comunico, se eu nao esqucer como das outras vezes.
Lição do dia, veja o balde do ângulo que lhe é permitido, se vc só vê o lado de fora, nao tente adivinhar o que tem do lado de dentro.