Translate

domingo, 24 de maio de 2009

Descobrindo


Sabe aquele dia que você acorda bem e descobre no meio do meio do dia que tudo é uma coisa passageira e que você pode não estar mais aqui igual a muitas pessoas que há anos estavam e hoje não estão mais?
É estranho.
Relaxa gente, não estou pensando em suicídio e nem em morte. Odeio essas coisas e esses assuntos, mas a efemeridade do tempo começou a me cutucar, principalmente depois que descobri que muitas das minhas vontades me impediam de alcançar meus sonhos.
Vontades é diferente de sonhos.
Assassinato de si próprio (suicídio) além de crime contra si, é contra Deus e contra tudo e não tem perdão, sem falar que a vida pode melhorar alguns segundo após a sua morte! Ou seja, não vale à pena.
Mas o caso é que tinha vontades, conquistar e se fora com o vento, com o tempo e eu mesma me dei conta de que minha vida é mais do que aquilo que eu estava limitando. Igual pessoa quando está com problemas não consegue ver mais nada na sua frente além dele. Não podemos ser assim, lá fora tem campinas verdes e o mundo é bem mais que um momento, uma palavra, um sofrimento, ou até mesmo um sorriso reprimido ou dado.
Sei que se eu chegar lá no fim da vida e descobrir que sou infeliz pelas minhas escolhas, terei o consolo de que fiz tudo pensando que seria feliz, em nenhum momento eu disse: “cara vou fazer isso pra eu sofrer e ser infeliz”, daawww eu não tenho cara e nem pretendo ser Opus Day.
O frio e o calor, o claro e o escuro, a vida é tão mais que tudo que nós possamos imaginar, mas se Jesus não voltar antes, um dia ela vai acabar... E o que agente fez com ela?
Mesmo que esteja uma droga, buscar melhorar a cada dia, uma renovação, uma melhora interior de si mesmo. Uma busca completa!
Mudando os caminhos para o bem, rumo a felicidade, a frente e além, buscar e ver além do horizonte, ser mais do que planejam ou desejam, ser mais do que espera, buscar os objetivos mesmo que sejam impossíveis e um dia você pense “cara eu nunca vou ser isso ou aquilo”, não me importa!
Eu vou tentar, eu vou buscar. Vou pedir e vou tentar sonhar os sonhos que Deus sonhou para mim, e pedir permissão de buscar os meus com forças minhas e divinas. Eu quero. Eu hoje realmente descobri o que eu quero, eu quero algo que não seja passageiro o bastante para sumir do nada, do dia pro outro. Quero algo gradativo, não sofrer aos poucos, mas descobrir por que as coisas se vão.
Acho que ninguém terá essa proeza aqui nessa terra, mas eu vou buscar.
Eu quero ser feliz, eu quero já. Eu estou lutando, vou lutar. Não vou parar.
Por que é tão difícil para as pessoas, os corruptos principalmente que só pensam em roubar,juntar dinheiro, juntar e juntar sem gastar, sem dar um fim útil? É estranho por que até no ultimo segundo de vida eles pensam em acumular, mas pra que? Só para dizer: “Véi minha conta ta cheia!”
E daí?
SE o dinheiro não tiver aplicabilidade é igual conhecimento vazio, inútil e seco. Apenas palavras, no caso números.
Por que é tão difícil para as pessoas aceitar a morte?
Confesso que para mim antes de hoje também era difícil aceitar, mas se Jesus não voltar antes, é inevitável a morte, a minha, a sua.
Então... Carpe Diem, Colha o dia, faça o melhor hoje. Por que como diz filosofia de botequim, hoje pode ser sua ultima chance!
*Live Free Or Let Me Die – Skillet*

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leu a postagem? Então não deixe de comentar. Abraços e que Jesus os abençoe, Elisa Macedo.