Translate

sexta-feira, 24 de abril de 2009

Eis!


Queria poder usar palavras existentes no meu humilde vocabulário para expressar a ti algo que estou sentindo.
Se vai durar? Só Deus sabe. Nem mesma eu sabia que poderia sentir algo assim tão repentino, por alguém tão desconhecido. E vejam só, onde estou hoje? No meu blog a falar de sentimento!
É lindo? É. É bom? Annnn, é! Mas dói ao mesmo tempo em que é maneiro (mow maneiro, melhor dizendo! ;)), dá um nó na garganta, agente planeja mil coisas para conversar e quando estamos perto... Esquecemos tudo.
Agente guarda pedaços de filmes, piadas legais, musicas maneiras, notícias interessantes, tudo isso em um lugar reservado da memória, mas chega na hora “H”: OI!
A igualdade traz diferença? Não sei. Estou tentando descobrir, mas acho que mesmo distintos combinaríamos bem.
Essa sensação de estar de feliz o tempo todo e de estar sozinho a toda hora. Acordar de madrugada bamba de sono e ir tentar dormir e não conseguir por tua causa, pois lá estou eu mow ponóia... Pensando talvez em alguém que nem se lembra de mim.
O que tem de errado com meus sentimentos? São tão confuso assim!?
As vezes eu penso que és sincero, outras creio que estas a me tratar como um jogo de damas: uma brincadeira qualquer, ou quem sabe um xadrez: complexo, mas um jogo também.
Não quero ser interpretada como a brincadeira, e acho legal você querer brincar com alguém, desde que essa pessoa tope. O mundo anda tão mudado, está cheio de “garotinhas mow legais” que não são “mow paias” a fim de serem “brincadas” e você pode estar querendo uma que não curte jogos de nenhuma espécie para entrar nesse seu novo game de brincar com sentimentos alheio.
(Gosto de jogos? Sim. Super Mario Start, mas não vem ao caso).
Se fosse sincero pelo menos, eu sei que tipow... Vamos dar certo, não pra vida inteira ou coisa do tipow, mas pelo menos em quanto durar, eu sei, isso eu sei: VAI SER LEGAL!
Pode acreditar você não era garoto dos meus sonhos (pelo menos até o dia que te vi), mas ainda assim você me traz uma alegria diferente, faz coisas por mim sem nem me conhecer direito (às vezes acho que nem precisa, você parece viver a me interpretar), demonstra o que pensa... Não é um esporro e nem espero que você leia isso, esse é meu desabafo.
Que Deus te abençoe e nem que seja nossa humilde amizade, seja o quanto ela tiver que durar, vou guardar essas palas para sempre, espero que essa amizade também dure para sempre, não precisa ser com a mesma intensidade. Mas é estranho a forma que me apeguei a ti de repente.
Enfim...
Ufa!
Ow... Ow... Ow... PSIU: Búhhh! ;)

Um comentário:

  1. Nossa Lis,
    vc tah amando *-*

    eu sentia a mesma coisa quando conheci o Dudu ='( o q naum vem ao caso.


    Boa sorte amiga, sempre vou tah aki torcendo por vc =D

    Bjaumm, ti amo irmã

    ResponderExcluir

Leu a postagem? Então não deixe de comentar. Abraços e que Jesus os abençoe, Elisa Macedo.