Translate

terça-feira, 10 de março de 2009

Romeu e Juju


Romeu e Julieta
Eu estava assistindo o filme Romeu e Julieta com Leonardo de Caprio estrelando (um espetáculo!). Fiquei analisando até que ponto vai um amor? É claro que é ficção, mas hoje em dia vemos tantas loucuras feitas por amor, ou pelo amor.
Mas o que é o amor?
Que palavra é essa?
O que ela significa?
Romeu e Juju deram mole de se matarem, mesmo que um vivesse sem o outro existiria sempre a lembrança e quem lembra vive, afinal, recordar é viver.
Mas Shakespeare foi e sempre será um apaixonado e se o final fosse feliz talvez não tivéssemos conseguido tirar toda a lição de moral que conseguimos tirar hoje.
Está certo que a história já está antiquada e embora a versão ao meu ver tenha sido muito boa, um choque de linguagens e ambiente, linguagem culta e formal e ambiente ‘atual’.
Deve ser estranho sentir algo por uma pessoa que faça parecer que a vida sem ela se torna insignificante. Por isso temos que estar firmados ao Amor de Deus, pois esse não acaba, não decepciona e ainda por cima, se renova e não nos abandona!
Amo-te Deus!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leu a postagem? Então não deixe de comentar. Abraços e que Jesus os abençoe, Elisa Macedo.