Translate

domingo, 10 de agosto de 2008

Mais uma reflexão...


A verdade tem que ser dita! Por que insistimos tanto em mentir ou omitir as coisas supondo que as pessoas que amamos não irão nos entender?
Não somos videntes.
Temos que dar a oportunidade das pessoas se mostrarem nossas amigas, se não seremos eternamente os companheiros sem companhia.
Temos que encarar a realidade sem fazer dela um filme em que estamos estrelando, muito embora pesemos que nossa vida se assemelha a um longa metragem, mas o que acontece é que os vídeos cinematográficos imitam a vida, a nossa vida! Não temos que transforma-la em tal coisa, afinal somos os protagonistas do mesmo desde que nascemos e nós mesmos somos nossa platéia. De que adianta omitir coisas que você sente no seu eu de dizer? Isso te amargura.
Deus também nos assiste, para um dia nos julgar. E ai como você espera que seja o final do seu filme? Com que musica? Com aplausos ou com choro?
Incoerência a minha né? Dizer que não podemos encarar a vida um filme ou julga-la de tal forma, mas acabo a avaliando assim.
A vida é confusa.
Nosso presente por mais feliz que seja será sempre complicado, pois o hoje é efeito do homem que fomos e do que iremos ser. Cheio de dúvidas e certezas, cheio de si e de inseguranças para com ele mesmo.
Essa transição tem que ser encarada como um teste diário, pois se queremos nos tornar alguém melhor, teremos que encarar os problemas e não fugir deles. Não que o presente seja um problema, mas sabemos que iremos enfrentar vários pela vida. Esse é o nosso grande teste.
Alguns têm o privilégio de crescer nos momentos felizes, pois conseguem enxergar uma luta até na vitória mais fácil. Já outros precisam sofrer com pequenas lutas para entender que até nelas temos grandes vitórias.
É complicado.
Mas quem disse que viver é fácil?
Existir sim, existir e fácil. É acordar, comer, tomar banho, dormir, acordar, comer, tomar banho, dormir. É acordar, comer...
Mas viver... Viver é mais.
É fazer seu melhor, é lutar por um ideal, é querer fazer alguém feliz e ser feliz. É acordar com a expectativa de um dia melhor, mesmo que a noite anterior não tenha sido a melhor. Viver é comer com a consciência de que muitos ainda estão privados desse privilégio, é não desperdiçar e lutar para que todos venham ter esse direito que nós é dados da terra de onde brota todo o pão desse planeta. É tomar um banho consciente de que a água vale ouro e dormir com a consciência limpa, leve. É deitar a cabeça no travesseiro e conseguir relaxar, sem carregar nada na consciência e saber que mesmo que a leve, no outro dia ao acordar, irá tentar fazer tudo ficar melhor.
Se todos pensassem assim, com certeza o mundo já teria realmente evoluído.
Não adianta nada o progresso em máquinas se seus controladores regredirem ou ficarem parados no tempo.
Não adianta máquinas para dominar o globo, pois máquinas não têm sentimentos.
Lis Masil
*Sobre as águas - Ministério Trazendo a arca*

5 comentários:

  1. Pow amiga essa foi bem complexa...di boa num sei oq dizer!

    se precisar tow aki!

    ResponderExcluir
  2. Bacana o post realmente é de se pensar tudo issu que voçê escreveu ...so um detalhe ...Muda a cor do seu texto as pessoas podem desanimar por nao conseguir ler (COR) entende ssr abraço!

    ResponderExcluir
  3. Nossa, fui me envolvendo e li tudo :D
    beiijos

    ResponderExcluir
  4. Hehehe :) Me encantei com o texto.
    Você que escreveu , não ?
    Adorei o blog , pricipalmente o título.
    Depois passa lá no meu :D

    Beijão .

    ResponderExcluir
  5. Sim foi eu mesma quem o fiz. Geralmente ou quase sempre pra não dizer sempre, sou eu quem escrevo todas as postagens.
    Sou uma jovem afim de ajudar o mundo a se tornar um lugar melhor.

    ResponderExcluir

Leu a postagem? Então não deixe de comentar. Abraços e que Jesus os abençoe, Elisa Macedo.