Translate

sexta-feira, 30 de maio de 2008

O Mambengue

FOTO RETIRADA


Cara fui ao teatro de penetra!
Odeio ser penetra, mas as circunstâncias, ou seja, Tama, me obrigaram a isso!
Conheci uma garota que é semelhante ao um hidrante de tão pequena, é mais alta claro, mas nem tanto.
O duduzão...mais mongol que a namorada...Tama.
Por falar nela novamente, saiu gritando : motorista espera, sendo que nem se o motorista quisesse iria conseguir vê-a!
A peça era muito boa, mas como sempre, o povo não sabe apreciar a cultura.
Não que alguem tenha achado ruim, o caso é que o público não dava o devido silêncio e respeito ao povo do palquinho!
Aff...só de saber que eu posso estar nessa situação!:/
mas como dizeria o Mauro...Enfim...
Foi muto bom mesmo! Eu gostei!
O povo do colégio do duduzão é maneiro! Ninguém dedurou eu e a Tama, sem falar que a dona lá que foi levar o pessoal, não sabia nem quem era quem, e ainda perguntando se quem tinha chegado era do colégio... veja se pode?
Mas ela é maneira!
Encontrei o povo do teatro e embora em pouco tempo, deu pra por o papo em dia e ainda arrumar uns escândalos...só assim pra me livrar de assistente de beijo da Tama e do Dudu!¬¬

Resumindo...
MUITO BOM!:)

quinta-feira, 29 de maio de 2008

Lálálá...

À tempos não venho por aqui né?

Pois então... Estou de volta, para comentar que eu sou uma pessoa muito simpática!:P
Bem, as aulas continuam cansativas e chatas.
A escola continua grande e cheia de gente... e bixos tbm.
Os professores continuam enfiando matéria cérebro á dentro.
E eu continuo reclamando de algumas coisas, mas já estou me acostumando.
Só de saber que começo a estudar dois turnos no meio do ano...
Bem, Vou disputar um papel no teatro, não sei se vou ganhar, mas vou tentar, afinal... não vou perder nada mesmo.
Enfim... acho que um dia desses me perguntei quando o sol iria voltar a brilhar... Acho que o verão ta chegando pra mim. J
Ouvindo muitas musicas... Falando em musicas, eu comprei um mp3 player no modelo de um Ipod...muito fofo. Não é Ipod, mas parece muito, comprei com meu dinheiro... ou pelo menos teria comprado se minha mãe não tivesse cartão de crédito!:P
Em breve volto com textos mais construtivos do que esse bando de palavra que no final não diz nada além de...
Tow enchendo “lingüiça” pra por uma foto da festa da bixarada!:P


*Come Back Home-Stellar Kart*

segunda-feira, 19 de maio de 2008

Domingo hilário


Muito maneiro mesmo.
Bem apesar de ter uma mercenária atrás de mim que não entendia o real motivo de eu ter que colocar tempo na lã house... Foi muito engraçado.
O filme “Homem de Ferro” eu indico.
Fomos ao cinema.
Como sempre temos que marcar com quinze pra irem 5.
Eu a Nêssa, Seghatti, Zé gotinha, Marina e a irmã da Nêssa...
Aconteceram tantas coisas...
Sabe sempre no shopping tem aquelas maquininhas da dança, todos têm vontade de dançar, mas a vergonha impede a maioria... Ainda bem que meu grupo é feito de minoria: P
Fomos lá... Dançamos muito (não vou explicitar a musica).
Demos um pulo no parque Halfeld e depois foi mais zoação... Olha foi muita coisa pra resumir, vou deixar para cada um postar um pouco do que lembra e ai vocês comentam.
Os vídeos não serão publicados no you tube como muitos da platéia queriam: P
Beijos.

Os: fotos... Vou ver se consigo alguma.

*Activate-Stellar Kart*

sexta-feira, 16 de maio de 2008

Análize sobre a vida e a humanidade. Por Lis Masil


Eu andei reparando umas coisas sobre a vida. A minha a de todos.
Reparei coisas óbvias para muitos, no entanto, embora muito vêem, poucos admitem. Quem fala é idiota, só que mais idiota é o que sabe e não admite isso.
Nem todo mundo com que somos obrigados a conviver são nossos amigos, muitos apenas você atura, ou apenas te aturam. Outros se metem em nosso meio pelo simples fato de não encontrar outro caminho, e por estar no lugar errado só causam a discórdia.
Uns nasceram para serem loucos, excêntricos, corajosos, inteligentes, e compreensivos. Outros nasceram para criticar, fazerem chantagem e deduzir errado.
Muitos julgam sem conhecer, outros conhecem sem julgar.
Há hipócritas em nosso meio, não podemos negar. Muitos são insatisfeitos, mas não é o caso se de se mudarem por não estarem contentes, mas muitas vezes o problema seja algo que todos viram, mas somente ele teve a coragem de falar.
Muitos nascem para brilhar, outros nascem para ajudar os outros a brilharem, muitos assistem o brilho dos outros sem se pronunciar, já outros nascem para apagar o brilho de quem o tem.
Na vida poucas coisas são justas. Afinal, o mundo é injusto.
Não estou a fim de colocar a culpa de todas as coisas e como fuga para meu medo de um julgamento de um Ser Maior ser herege a ponto de dizer que Deus não existe, mesmo que venha sentir sua presença ou sua falta muitas vezes.
O fato de não haver "provas cientificas" de que Deus existe não é motivo para acreditarmos que Ele não existe. Pois se esse fato encoraja a parte de que Ele não existe, por outro lado a ciência também não provou Sua ausência.
Dizer que o fato do mundo ir de mau à pior ser culpa de Deus é muito egoísta da parte de seres que jogam lixo na rua, falam mal dos amigos, humilham os semelhantes e maltrata as pessoas que os amam.
Dizer que o mundo é feito de grandes injustiças é uma enorme verdade, "mas não conformeis com esse mundo".
Faça algo para mudá-lo, mesmo que isso não agrade a muitos. Seja feliz, viva feliz... a vida é uma aqui. Nem todos têm uma segunda chance, as vezes essa é a sua segunda chance, sua vez de dizer as pessoas o quanto gosta delas independentes delas te criticarem ou ficarem apenas te olhando com indiferença.
Essa é a hora de mostrar que somos capazes e que talvez sejamos dignos do título 'racionais' para nossa espécie. Temos sentimentos, até o mais mesquinho possui sentimentos, nem que seja sentimentos ruins, que prejudicam o próximo e a si mesmo, mas todos nós possuímos sentimentos.
O mundo está chorando e ninguém está percebendo. É como disse Carlos Drumonnd, que se todas as lágrimas fossem derramadas, de certo haveria um outro dilúvio. E mesmo que não sejam nessas palavras, essa é outra verdade da vida que temos que encarar.
Muitas pessoas que conheço tentaram se matar e hoje dentre essas conversas de ônibus que todos nós já passamos algumas vezes na vida me disse que teria se arrependido caso o tivesse feito.
A vida tem que seguir seu curso, e quem somos nós para destruirmos a vida? Mesmo que essa vida seja as nossas próprias.
Não é nos acovardando, guardando nossas opiniões para sermos pop, topo, classe A ou coisa do tipo que vamos ser felizes. Se ser fubá como dizem por ai é o que te agrada, seja fubá, farofeiro, engraçado, divertido, extrovertido, seja você, seja feliz.
Muitos chegam ao final da vida sentindo que está deixando algo para trás e isso é algo muito triste para quem teve uma vida inteira para realizar seus sonhos e somente se preocupou com mesquinharias e com seu medo e timidez.
A vida e nós mesmos necessitamos de uma oportunidade. Se dê uma oportunidade, seja seu amigo, independente se o resto do mundo é algo seu ou não.
É como muitos dizem e poucos trazem para a vida:
“Para quê querer favor do mundo se você é filho do dono?”
Às vezes eu me revolto e me pergunto o motivo das coisas que eu quero muito não chegarem para mim na hora que eu julgo certa, mas sou humilde para entender que a culpada sou eu, as vezes reconheço até contra a minha vontade, mas o que é a minha vontade?
Eu sou apenas mais um ser humano, um ser humano como qualquer outro que existiu há algum tempo atrás, que nasceu, viveu, fez uma história e hoje... Hoje não está mais aqui.
Por isso faça uma história, seja lembrado por algo bom, produtivo, alguém que reclamou também, mas que reclamou e fez algo e não como um resmungão que se conformava com o mundo, com as mortes das crianças inocentes dessa violência que nos assola, não se conforme como um covarde que com uma arma na cabeça é capaz de negar a Deus, como uma pessoa sem personalidade que para fazer amigos deixa de ser quem realmente é.
A vida não é mais como antigamente, hoje o ser humano depende da opinião dos outros para sobreviver, tornou-se dependente da voz alheia e deixou por isso, de lado a voz do seu próprio coração.
A amizade sempre foi importante na vida do ser humano, mas amigo te dá conselho, mas amigo não te muda, amigo te ama, independente do que seja amigo te ajuda para te ver feliz e não para ser feliz a depender de você.
Amigo é amigo independente das pessoas serem seus amigos ou não.
Não sou o protótipo da perfeição, sou apenas alguém que um dia parou e viu que tem um pouco de culpa do mundo está indo cada vez mais para o abismo, numa enorme velocidade, de forma tal que pode ser que um dia não haja volta, para esse mundo e para essa humanidade.
Lis.
*Abraça-me-David Quilan*

quinta-feira, 15 de maio de 2008

sustentabilidade

o professor de soustentabilidade está desenvolvendo um projeto interessante com a galera do colégio do módulo de sustentabilidade. Sei q em breve o nosso aquecedor solar que tem um nome para cada pessoa pelo visto, em brever será divulgado!



A Seghatti sendo uma loira inteligente, afim de colaborar para o bem de todos, começou a juntar caixas de leite para levar para o professor. O caso é que ela nao contava com a astucia da mamae dela!:P

A mamãe da Seghatti me põe no meio das garrafas limpas uma suja, ai ja viu?

Na hora que eu cheguei na sala de física eu começei a reclamar de um cheiro de carne, sabe, bife cru com muito sangue.

Pensaram que era paranóia minha, mas logo o cheiro se esparramou pelo ambiente, todos estavam curiosissimos para descobrir de onde vinha a marola. Foi quando a Seghatti foi tirar seu material e a Nêssa se deu conta que não era bife e sim leite....

palaaa... agente tentou abafar o cheiro com alcool, mas nao sei por que motivos (se algum quimico visitar essa pagina me explique por favor), o cheiro no lugar de diminuir se tornou insuportável.

Foi uma seção saia da sala e tenha ancia de vômito no banheiro sem igual. o professor pegou agente no pulo, bem a Seghatti não ficou pra aula pq o cheiro tbm se empregnou nela!

Pra ajudar, o pessoal de sustentabilidade acabaram com os biscoitos do departamento!:P


*The Older I Get-Skilet*

terça-feira, 13 de maio de 2008

Moçoilas...

Gartos... até quando vão ficar assistindo novela e trasendo a ficção pra vida real???? Eles estão se sentindo a própria Auzira! isso é um absurdo!!!

O de amarelo é o paraiba, ou spock, ou cabeçudo, ou enjoado (nas aulas de bio), ou douglinhas para as bem intimas dessa figura. A mocinha radiante é o zé, ou zé gotinha, ou duduzinho, ou fafarrão...
Digamos que nomes é o que não falta no povo do meu grupo de escola (aliás eu tow afim de sair dando socão neles, pois me extressam), mas o caso é que nosso grupo não tem nome!
Em breve vou criar uma enquete depois que selecionarmos os nomes que possivelmente poderá ser.
Queria The powerpuff girls, mas tem eles né? mas com essa pose... esse nome cairia bem!!!
Agora vou estudar, trabalhar e estudar... com licença!

sexta-feira, 9 de maio de 2008

Eu e minhas obras!

Eu sou muito criativa para fazer textos brilhantes.
O professor de sociologia passou um trabalho sobre as famílias de 50 anos atrás.
Sei que tínhamos que fazer um texto mostrando o que nos agradaria e o que nos repeliria de viver naquela época caso possível. O titulo ficou algo dramático, mas isso é natural para alguém com um senso de perceptividade maravilhoso.
Confesso que o texto nem ficou tão bom e foi feito as pressas mas incrivelmente eu não digitei, fiz manuscrito, sozinha e ainda fechei o trabalho do professor exigentezinho na correção.
Quando ele começou a falar de como corrigia e ripando os trabalhos manuscritos dizendo que só faltava terem usado papel higiênico na produção do trabalho, fiquei até com medo da minha nota, mas eu sabia que não tinha feito porcaria.
Tem alguns dias que ele devolveu, mas graças a uma conversar pelo MSN com meus amigos e resolvi publicar o bichinho!
Ai vai!
Para quem reclama que eu escrevo muito e acha que isso já esta muito grande:

O AMOR ERA MAIS AMOR HÁ 50 ANOS ATRÁS.

Não nasci para viver na repressão, gosto de poder andar pelas ruas e não ser chamada de criola por todos. O direito que recebi de outras mulheres que muito lutaram, sei aproveitar. Seria muito difícil para eu viver em uma época onde a mulher era “bebelô” e não poderiam tomar suas decisões por si só.
Seria horrível, a meu ver, não poder ligar meu computador e falar com meus amigos distantes, querer viajar e não ter como e ter um casamento arranjado pro conveniência familiar. Uma das piores coisas disso tudo seria ter que servir de doméstica para marido. Isso não!
Gosto de poder conversar livremente com meus pais sobre qualquer assunto e ter uma liberdade (mesmo que assistida). Agrada-me também assistir um bom programa de TV e me informar.
No entanto as ruas à 50 anos atrás não eram tão perigosas e as pessoas tinham palavra e caráter, diferentemente de hoje em dia.
As crianças eram mais crianças, inocentes e não indecentes. Os pais tinham mais controle sobre os filhos e o amor parecia mais amor.
Mas, as coisas mudam e a moeda dificilmente terá apenas um lado.

Lis.


PS: postagem vermelha pra combinar com meus cabelos!:P




*ouvindo stellar kart, enfim pareço estar variando do skillet*

terça-feira, 6 de maio de 2008

irritação

... Tow chateada mesmo!



comigo? tbm!

E danice o resto... tinha tanta coisa pra contar, mas tow achando que nem a descoberta de uma vitamina predileta vai me animar!

Sako!

Quando o sol vai nascer por completo de novo?

alguem pode me falar?

quando?

quando isso acaba;?

até quando se paga por erros?

erros pequenos!


"Agora tow sabendo que o sofriemento é um mega-fone, é Deus pra mim gritando que eu não sou um super homem, que tropeça levanta e não sai da dança"!


*Super man -Fruto sagrado*

segunda-feira, 5 de maio de 2008

Arrepender...

Porque nós, seres humanos, vivemos de memórias?

Eu fiquei meio que traumatizada depois que li na revista época que tem gente se matando e transmitindo a morte pela net. Cara, não vale a pena acabar com a vida.
Eu me arrependeria com certeza, mas com a morte não existe o depois...Só julgamento vem depois, então não da pra arrepender depois de morto!

O caso é que agente erra muito, fazemos coisas que não queríamos fazer, tomamos atitudes por impulso, confundimos pessoas, somos fracos para dizerem à alguém tudo o que pensamos sobre ela, pelo simples fato de não ter falado com ela antees.
O medo de falar pode prejudicar.
Mas espera ai, não é só falar... tem que ser tudo... as coisas precisam mudar.
Eu não quero mais tomar nenhuma atitude por impulso... Pior que ferir aos outros é ferir a si mesmo e se acovardar é pior, mas tem coisas que não conseguimos esquecer....
Mas não vou me matar por isso, tenho mais coisas pra acertar e muitas outras pra errar com certeza. E com os erros que eu vou aprender, até que na minha balança os acertos estejam maiores e eu tenha feito algo de bom nesse mundo para ser digna de ser lembrada por alguém! Qualquer pessoa que seja! Muito embora eu sei que tem um Deus lá em cima que não se esquece de mim.

domingo, 4 de maio de 2008

Confusão!


Cara a festa da bixarada tava muiiiiiiiiiiiiiiito boa...

Tirando o funk eu gostei das musicas da época da minha mamãe...

Cara, logo no início eu quase dou um treco... quando eu olho pro lado, um garoto que eu apelidei de "emo", mas que de emo o garoto não tem quase nada, estava igual a uma pessoa que eu axhava mito legal.
Mas dêem-se por contentes de saber que ele estava muito parecido mesmo... social. Ele ficou mais bonito assim, eu axo:/ Cara ou ele tava igual, ou eu tava vendo meu colega nele... Mas incrível, quando eu disse isso, pelo menos que eu me lembre ninguem disse que eu tava viajando e se disse nem ouvi pelo barulho.



Gente não use drogas, se divirta puro, seja feliz... viva de bem com Deus!

*ouvido fazendo barulho sozinho, eu aco:/*

sexta-feira, 2 de maio de 2008

Como procurar imagens comoventes no google é difícil, e o pior é que eu digito emo vem umas imgens boas pra montagem!


Fala sério, podem até criticar os emos que tudo é chorar, andam pelos cantos até sem vontade pq isso realmente irrita, mas não podem negar que a maioria dos "emoboy",assim vou chamá-los, são lindos cara.

O cabelo, o visual...

Não quero um garoto dramático que a qualquer conversa vai ficar afim de cortar os pulsos, mas fala sério...


E eu já estou me cançando do google!


Ta, ele é um site maneiro, mas a pesquisa tá mito fraca!


Bem postando foto e anunciando que o dia que eu tinha para acordar mais tarde, por que não teve aula, minha pessoa dá um jeito de levanta às 6 e 30 da manhã!

Minha mãe pergunta:

-Por quê você acordou agora?


Sabe que nem eu sei... o importante é que acordei, ai eu respondi:

-Perdi o sono!

Quem disse que ela se conforma com respostas objetivas? ¬¬ acho que falou um pouco e depois caiu no sono! lol ... de novo!



*Whishes and dreams-Stellar kart... Variando do skillet um pouco:P*

quinta-feira, 1 de maio de 2008

Filosofando...


São tantas coisas que acontecem em tão pouco tempo! Fica dificil assimilar uma com a outra.

O tempo passa, agente não esquece, apenas deixa de lado o que não queremos lembrar.

Temos que evitar o máximo possível de errarmos por isso, por que a memória vai sempre estar ali...

Não somos um computador com delet.

Somos seres humanos, com pensamentos, ilusoes, sonhos e objetivos.

Não devemos encarar a vida como um filme americano, onde a pessoa sempre se dá mau, mas por trás das câmeras sempre tem alguem conspirando para que as coisas saiam a favor do seu personagem. Devemos encarar a vida como a vida, onde nós temos sonhos, sim. erramos tbm, mas muitas vezes o diretor da nossa vida que é Deus tem planos diferentes para ela, e por não acietarmos suas decisões é que sofremos. Ele também conspira a nosso favor, mas nós insitimos nas decisões erradas muitas vezes.

É muito fácil não acreditar Nele para fujir dessa regra do jogo da vida, mas não adianta, todos sabem, lá no intimo, que ele existe e que ele está ali sempre nós olhando.

Deus não nos abandona nunca, somos nós que o abandonamos, por motivos quais que somente nós sabemos!

Não o abandone mais, retorne... encontre-o e seja feliz, mesmo com suas lutas, pois ninguem sai vencedor de algo se não lutar por isso, afinal não existe vitória sem luta!


*Pray-Stellar kart*