Translate

sexta-feira, 11 de abril de 2008

E o mundo gira mas não muda!


É incrível como esse preconceito racial ainda existe no meio dos brasileiros, para não dizer no meio dos seres humanos.

Quando ouvi meu professor falando que tem brancos (caucasianos) que se auto-intitulam negros para participarem de cotas das universidades federais eu me revoltei. É incrível, um branco pode tranquilamente se dizer negro, mas vai um negro se dizer moreninho claro? Ou quem sabe um marrom bombom? Logo aparece algum branco ou até mesmo negros, daqueles imparciais, para dizerem que ele está negando a “raça”. Ignorantes, a raça é humana e não raça negra e raça branca. Se fosse por causa de cor teria que haver raça do olho claro, raça do olho escuro, nada mais justo.
Sem falar que ninguém escolhe a cor que quer nascer isso é algo nos dado e imposto, desde que você não queira virar um Michael Jackson.
Se formos brancos de mais há reclamações, agora se somos negros tem descriminação.
O povo devia ficar quieto e entender que não somos iguais, iguais de tudo, embora todos digam que somos, somos diferentes em alguns pontos, todos somos e temos que aprender a lidar com as diferenças alheias para sermos felizes.
Não é porque uma coisa não nos agrada ou é diferente do padrão, não que a cor seja, que vamos sair pré-ditando regras de tratamento, por que se fosse assim, todos nós, cidadãos do planeta terra sofreríamos preconceito!

Lis Masil.


*Eating Me Away-Skillet*

2 comentários:

  1. Isso ai Lis
    Cada um e cada
    mesmo sendo Bizarro seja vc...
    HuHUhuHuHuhu

    O importante e ter personalidade e opnião
    Propria
    ñ seguir Rotuloss...e seguir a midia

    AbraçOOO

    ResponderExcluir
  2. claro, somos seres humanos com nossa individualidade, cada um com suas peculiaridades. lol
    abusei do aurélio!:P

    ResponderExcluir

Leu a postagem? Então não deixe de comentar. Abraços e que Jesus os abençoe, Elisa Macedo.